Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Secretaria de Saúde e Conselho Municipal discutem reestruturação no Alpheu de Quadros‏

Montes Claros – Secretaria de Saúde e Conselho Municipal discutem reestruturação no Alpheu de Quadros‏

Em reunião com o CMS (Conselho Municipal de Saúde), representantes de associações de bairros e de hospitais filantrópicos, a secretária de Saúde, Ana Paula Nascimento, explicou os motivos que levaram o município a reestruturar o atendimento no Hospital Alpheu de Quadros, que nesta semana passou a atender como Unidade Básica de Saúde, no período de sete às 22 horas, acabando com o Pronto Atendimento de 24 horas.

Montes Claros - Secretaria de Saúde e Conselho Municipal discutem reestruturação no Alpheu de Quadros‏
Montes Claros – Secretaria de Saúde e Conselho Municipal discutem reestruturação no Alpheu de Quadros‏

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

De acordo com a secretária, nenhuma medida foi tomada de forma “aleatória”, mas com base em estudos sobre o atendimento no Alpheu de Quadros e sobre o perfil de seus pacientes, que comprovaram a necessidade das mudanças, sobretudo após a decisão do Estado de tirar da administração municipal a gestão plena de saúde, medida que acabou com os recursos que existiam para a manutenção dos procedimentos a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) também de outros municípios da região.

RESULTADOS – Entre outras informações, os estudos apontaram pouca demanda no turno noturno do Alpheu de Quadros, principalmente a partir das 22 horas, e que os pacientes, na sua grande parte, poderiam ser atendidos nas unidades do PSF por apresentarem problemas de saúde sem gravidade.

“A ampliação das Estratégias de Saúde da Família, com maior número de médicos, assegura o atendimento de Atenção Primária e Atenção Básica sem nenhum prejuízo para a população. Cada equipe é capaz de atender no serviço de urgência até cinco pacientes por dia”, disse a secretária.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

“Fazemos oito vezes mais consultas diárias que o Alpheu de Quadros. São cerca de 300 consultas por dia, ou seja, nove mil por mês, com o trabalho de 122 médicos, sem considerarmos os exames pediátricos, clínicos e ginecológicos feitos em outras unidades.

Portanto, as deliberações da Secretaria não aumentam os problemas no setor de saúde, ao contrário, buscam e conseguem reduzi-los”, reforçou o secretário-adjunto de Atenção Primária à Saúde, Danilo Narciso, considerando precipitadas as críticas feitas às mudanças no Alpheu de Quadros por membros do CMS.

“Veja que nenhuma reclamação chegou à Ouvidoria Municipal sobre as decisões que tomamos. Isso demonstra que de fato elas são necessárias e não causam danos à população, como alguns teimam em acusar”, afirmou Narciso, apoiando a sugestão do Conselho Municipal de Saúde para que sejam realizados novos estudos, agora sobre a eficácia das mudanças, que serão apresentados em reunião marcada para a próxima quarta-feira quando o assunto será retomado.

Ascom PMMOC

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Norte de Minas – Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).