Inicio » Internacional » Europa » Europa – Papa Francisco espera “decisões concretas” na conferência sobre o clima

Europa – Papa Francisco espera “decisões concretas” na conferência sobre o clima

O papa Francisco espera que a reunião sobre o clima de dezembro em Paris “contribua para decisões concretas, compartilhadas e orientadas, pelo bem comum, a longo prazo”, segundo uma entrevista publicada pela revista francesa Paris Match.

"Devemos proteger o homem de sua própria destruição", disse o papa
“Devemos proteger o homem de sua própria destruição”, disse o papa

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

“O cristão tem tendência ao realismo, não ao catastrofismo. No entanto, justamente por isto, não podemos negar uma evidência: o sistema atual é insustentável”, afirmou o pontífice à revista.

“Nosso lar comum está contaminado, não para de deteriorar-se. Precisamos do compromisso de todos. Devemos proteger o homem de sua própria destruição”, adverte.

O pontífice argentino reitera a esperança de que a conferência da ONU sobre o clima, a COP21, “contribua para decisões concretas, compartilhadas e orientadas, pelo bem comum, a longo prazo”.

Muito comprometido com a luta pela proteção do meio ambiente, Francisco defende “novas formas de desenvolvimento, de maneira que mulheres, homens e crianças que sofrem com a fome, exploração, guerra e desemprego possam viver e crescer dignamente”.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Ao mesmo tempo, o papa denuncia o culto ao dinheiro.

“O capitalismo e o lucro não são diabólicos desde que não os idolatremos. Mas sim, a cobiça está na base de nosso sistema social e econômico, então nossas sociedades se dirigem à ruína”.

“A humanidade deve renunciar a idolatrar o dinheiro e colocar novamente no centro o ser humano, sua dignidade, o bem comum, o futuro das gerações que vão morar na Terra depois de nós”, insiste o papa.

Ao falar sobre os conflitos atuais, como os registrados na Síria e Iraque, o pontífice pede uma ação ante a “urgência’, mas sem esquecer de atacar as “causas”.

“Nos perguntemos por quê tantas guerras e tanta violência (…) Não esqueçamos tampouco a hipocrisia destes poderosos da Terra que falam de paz, mas que, por baixo da mesa, vendem armas”, critica.

Da AFP

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).