Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Comendo cobra para o pecado

Poucas pessoas têm coragem de comer uma cobra, certo? E se disserem a você que o animal vai ser transformado em chocolate? É o que aconteceu em Bocaiuna, no Norte de Minas Gerais. Um pastor evangélico disse isso aos seus fiéis e muitos se arriscaram a experimentar. De acordo com o “Metro”, as fotos dos fiéis comendo o réptil têm causando muita polêmica nas redes sociais. A página da igreja no Facebook diz que a iniciativa funciona, graças à fé dos seus integrantes. Um fiel postou sobre sua experiência: “Eu fiz e senti o gosto do chocolate. Era diferente, mas o gosto era bom”. Em seguida, outro “aventureiro” também publicou na rede social: “Eu não estava seguro na primeira vez, mas quando mordi a cobra percebi que era o melhor chocolate que eu havia comido”. O motivo para a prática não foi divulgado pela publicação e nem mesmo relatada na página da igreja. O Pastor Marcio Alano Carrantino conhecido como Pastor Carrantino, disse em entrevista ao Jornal Montes Claros que há um ano ele operado milagres que nem as mais antigas Igrejas tem conseguido, “a cobra é um animal pecador, quando o fiel a come com fé ela se transforma no chocolate da salvação”. O pastor e com seu primeiro escalão de obreiros fará uma apresentação em Montes Claros nos dias 17 e 18 de outubro no Ginasio Poliesportivo Tancredo Neves, a entrada é 100 reais e uma cobra coral para a geral, na área Vip é 200 reais a entrada mais duas cobras Jaracuçu. Crianças pagam meia-entrada e poderão levar as filhotes de Jararaca-verde.

Também para pagar pecados

Em janeiro de 2015, um Pastor de Janaúba –Norte de Minas Gerais de nome Laécio  Daniel  da Ressureição  Centro  Ministerial, convenceu seus seguidores a começar a comer grama após explicar em um sermão que Jesus tinha muitos outros discípulos, diferentes dos 12 listados na Bíblia tradicional. E que estavam fazendo coisas novas, que foram consideradas não convencionais na época também; e ao fazer os levará para mais próximos de Deus. Ignorando muitas repercussões da mídia internacional, ele novamente instruiu seus seguidores a beber gasolina, poucos meses depois, afirmando que isso se transformaria em suco de abacaxi. Segundo fontes do Jornal O Gorutuba, Laércio estará também em Montes Claros entre os dias 02 e 03 de Novembro na Praça de Esportes, os valores das entradas não foram divulgados, sabe-se apenas que além da entrada os fiéis devem levar Grama e Gasolina.

” Tudo em nome de Deus” disse o pastor.

Riso da Hora

Joaozinho era um menino que falava muitos palavões. Certo dia sua mãe foi pedir ajuda ao pastor para que o filho parasse com esse hábito. O pastor lhe deu a idéia de durante um mês, cada palavrão que ele falasse ela descontaria 10 centavos da mesada dele e doaria pra igreja. No fim do mês, o pastor foi até a casa deles:

-E então joãozinho, quantos palavrões você falou este mês?

-99.- disse ele muito irritado.

-Então me dê R$9.90. – cobrou o pastor.

Joãozinho tirou uma nota de 10 reis do bouço e deu ao pastor.

-Mas eu não tenho dez centavos de troco para lhe dar menino.

Joãozinho responde:

-Então vc vai tomar no cu e tá tudo certo.

Fica assim, amanhã tem mais..

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros - Jovem de 21 anos é assassinado em Montes Claros

Montes Claros – Jovem de 21 anos é assassinado em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).