Inicio » Minas Gerais » MG – Lei prevê reforço de 2 mil novos bombeiros em 2015 em Minas, mas apenas 560 vagas estão previstas

MG – Lei prevê reforço de 2 mil novos bombeiros em 2015 em Minas, mas apenas 560 vagas estão previstas

Minas Gerais tem menos de três meses para contratar 2 mil homens para compor o Corpo de Bombeiros. Pelo menos essa é a determinação de uma lei estadual aprovada há três anos. No papel, a norma 50.233/12 fixa o efetivo da corporação em 7.999 militares até o fim de 2015. Na prática, porém, há apenas um concurso previsto para o preenchimento de 560 vagas.

MG - Lei prevê reforço de 2 mil novos bombeiros em 2015 em Minas, mas apenas 560 vagas estão previstas
MG – Lei prevê reforço de 2 mil novos bombeiros em 2015 em Minas, mas apenas 560 vagas estão previstas

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Atualmente, os 6 mil bombeiros do Estado se dividem em turnos, serviços administrativos e outras tarefas, como vistorias e resgates. Não bastasse o quadro insuficiente para atender a todas as ocorrências – de janeiro a setembro foram 247,7 mil, média de 917 por dia –, a precariedade é agravada pelo sucateamento do órgão.

Conforme o Hoje em Dia vem mostrando desde o início do segundo semestre deste ano, viaturas estão quebradas à espera de manutenção e a Taxa de Incêndio, principal fonte de recursos, não é completamente repassada à corporação. A fragilidade tem sido ainda mais evidente nos últimos dias com o aumento das queimadas em todo o Estado.

A própria corporação admite que o ritmo de contratações é inferior às aposentadorias, baixas e desligamentos. Cerca de mil militares ingressaram após concurso público em 2014. No entanto, 1, 2 mil foram para a reserva.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Segundo a assessoria de imprensa do órgão, as instalações da academia do Corpo de Bombeiros, em Contagem, serão ampliadas, o que irá favorecer a possibilidade de novos concursos a partir de 2016.

O governo do Estado não apresentou uma solução a curto prazo para a fragilidade do Corpo de Bombeiros. Em nota, informou que, até setembro, R$ 8,5 milhões foram destinados à realização de obras, aquisições de veículos e equipamentos.

Além desse valor, foram liberados R$ 31,5 milhões para atender as despesas de custeio do órgão. Na próxima semana, deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) estarão reunidos para tratar do assunto.

Eles prometem acionar o Ministério Público (MP) acerca do descumprimento da lei do efetivo e das deficiências que têm sido denunciadas. “Os próprios profissionais têm reclamado da sobrecarga de trabalho. A solução pode vir do MP, que poderá, inclusive instaurar uma ação civil pública”, disse o deputado Sargento Rodrigues.

Do Portal HD

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).