Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Uma assistente de ônibus escolar da cidade de Montes Claros no Norte de Minas Gerais é acusada de roubar dinheiro e almoço de alunos da pré-escola. A polícia prendeu Rosa Rosário, de 33 anos, depois que imagens de uma câmera de segurança mostraram-na  mexendo na mochila de uma  das crianças. Ela é apontada como autora dos roubos contra crianças de 3 a 5 anos, que eram supervisionadas por ela entre janeiro e fevereiro. Os policiais, porém, foram investigar o caso e chegaram às imagens da câmera de segurança depois que a motorista do ônibus relatou que alguém roubou cerca de R$ 1.000 dela. Rosa também está sendo investigada por esse crime. A empresa responsável pelo transporte disse que Rosa  já não faz mais parte do quadro de funcionários e que processará qualquer veículo de imprensa que associá-los a ladra. Ela havia sido contratada há aproximadamente sete anos. Rosa foi acusada de roubo e furto e está sendo mantida em prisão preventiva. De acordo com a sequência das investigações a mulher também pertenceria a uma igreja evangélica onde desenvolvia  um trabalho de descapetização nas comunidades de Lavaginha, Pedra-Preta, Mandacurú, Curasgado, Noves-Fora, Tabocal e Japonvá.

Transtorno faz  Porteiriense “enxergar” sexo 24 horas por dia

Renilda Batista  sofre de um tipo raro de transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

Você consegue imaginar como seria sua vida se para cada objeto ou cena que olhasse, a realidade fosse imediatamente transformada para uma imagem sexual? Pois há quem sofra desse mal. A Porteiriense Renilda Batista de Jesus Aparecida sofre de um tipo raro de transtorno obsessivo compulsivo (TOC), que a faz enxergar 24 horas por dia detalhes do cotidiano transformados em figuras sexuais. Em entrevista ao Domingo Espetacular (exibido em 18/10/2015), ela  conta por exemplo o que viu quando assistiu à Peça “O pagador de Promessa” no centro Cultural de Montes Claros. “Eu via a cara do homen que carregava a cruz  enfiada em uma vagina magra e peluda”. Ao ver o Curta Documentário “Sou da Sua Laia” do Adilson Cardoso, durante o Psiu-Poético, mais uma visão deturpada da realidade. “A câmera passando pelo povo no mercado  e, para mim, cada pessoa estava pelada se masturbando, os homens gozavam com o microfone na mão e as mulheres deliravam com o microfone na boca”, relata. Renilda  contou ainda como foi lidar com o problema na adolescência. “Todo minuto de cada dia, eu não estava vendo crianças nuas, eu estava vendo todos pelados, sentindo-me compelida a descobrir que imagem mais me excitava. Eu podia olhar para um canudo e ver um pênis. E então eu ficava para ver alguém sugando pelo canudo”.  Atualmente, Renilda Batista que é conhecida como “Tista”  está com 29 anos e com a doença controlada. Ela tem uma relação estável e vive em Nova Porteirinha.

Riso da Hora

Irritado com seus alunos, o professor lançou um desafio. – Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar de pé. Todo mundo continuou sentado. Alguns minutos depois, Joãozinho se levanta. – Quer dizer que você se julga burro? – Perguntou o professor,indignado. – Bem, para dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí, em pé, sozinho!!!

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).