Inicio » Minas Gerais » Centro de Minas » MG – Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta

MG – Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta

Uma série de boatos ganhou as ruas da cidade de Ouro Preto, na região Central do Estado, e provocou pânico, principalmente, entre os estudantes da Universidade Federal de Ouro Preto, a UFOP.

MG - Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta
MG – Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Publicações nas redes sociais divulgam a existência de uma roleta russa onde pessoas contaminadas com HIV estariam transmitindo a doença durante relações sexuais.

A prefeitura da cidade histórica, por meio de nota, posicionou-se sobre o assunto garantindo que não há qualquer evidência de modificações no quadro normal destas incidências na região. Os casos tratados em Ouro Preto somam um total de 58 pessoas dos municípios de Ouro Preto, Mariana e Itabirito. Dentre estes, há 11 casos novos em surgidos em 2015.

MG - Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta
MG – Em Ouro Preto, boato de surto de HIV, deixa cidade em alerta

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

“No entanto, frente aos boatos e visando assegurar tranquilidade à população, as Unidades Básicas de Saúde foram alertadas para eventuais novos acolhimentos. Além disto, a Prefeitura ampliou as cotas para a realização do teste de HIV no Laboratório do LAPAC (UFOP), credenciado do SUS”, diz o texto.

Ainda segundo a nota, após a realização do exame, estas pessoas são encaminhadas para o Centro de Triagem Anônima, que funciona no Centro de Saúde da UFOP, para receberem os resultados e orientações necessárias, independentemente se negativo ou positivo.

“Reforçamos que o processo é totalmente sigiloso. A pessoa soropositiva nunca terá sua identidade exposta para além dos profissionais de saúde do serviço, nem sequer na entrega da medicação”.

Além das ações assistenciais, a prefeitura está deflagrando ações de conscientização da população sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis nas unidades de saúde, na comunidade estudantil e em locais públicos. Informamos ainda que todo o atendimento é gratuito pelo SUS.

Posição da UFOP

A Universidade Federal de Ouro Preto, por meio da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Prace), afirmou que mantém uma estrutura composta por profissionais da área de saúde adequada para diversos atendimentos, capaz de orientar seus alunos e servidores em demandas diversas.

“Acompanhamos os fatos e intensificamos as ações educativas nas atividades de recepção aos calouros e mantem um canal aberto com toda a comunidade para receber informações e fazer os encaminhamentos necessários. Lembra, porém, que as ações devam se dar em nível do concreto, advertindo, inclusive, que suposições desta natureza, especulativas ou não, podem ser configuradas como crime, cabendo às autoridades competententes averiguar os fatos”.

Minas tem mais de 1800 casos diagnosticados em 2015

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou na tarde desta quinta um balanço com todos os casos de HIV em 2014 e 2015:

Notificados em 2014:
Mariana 01/ Ouro Preto 05

Notificados até setembro de 2015:
Mariana 02/ Ouro Preto 02

Em Minas Gerais:
Notificados em 2014: 3.241
Notificados até setembro de 2015: 1.863

De acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) a Região de Saúde Centro possui dois centros especializados para atendimento dos pacientes notificados: em Ouro Preto e Itabirito.

As unidades constam com equipe de profissionais para realização das atividades de assistência, prevenção e promoção das DST/AIDS e Hepatites Virais. Os serviços são unidades integradas de Serviço de Atenção Especializada (SAE), Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Unidade de Distribuição de Medicamentos (UDM).

Sobre os exames, o Sinan afirma que a testagem rápida é oferecida pela UPA, Santa Casa de Misericórdia (gestantes) e Laboratório APAC da UFOP. No Carnaval, o município de Ouro Preto realizou uma campanha de conscientização e está organizando para o 1º de dezembro nova etapa, que consta com a participação de Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Vigilância, Movimentos Sociais (LGBT de Ouro Preto, Coletivo Batalho, Coletivo Bixaço) e o Diretório de Central de Estudantes da UFOP.

As informações são do Portal HD

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).