Inicio » Esporte » Outros Esportes » Basquete – NBA começa temporada 2015/16 com número recorde de brasileiros e mesmos favoritos

Basquete – NBA começa temporada 2015/16 com número recorde de brasileiros e mesmos favoritos


Reviewed by:
Rating:
5
On 27 de outubro de 2015
Last modified:27 de outubro de 2015

Summary:

Basquete - NBA começa temporada 2015/16 com número recorde de brasileiros e mesmos favoritos

A temporada 2015/2016 da NBA que começa nesta terça-feira será especial para os brasileiros. Nunca uma edição da liga contou com tantos jogadores do País. Cristiano Felício, Marcelinho Huertas e Raulzinho se juntam a seis “veteranos” no melhor basquete do mundo e fazem deste começo de competição um atrativo especial para todos no Brasil.

A temporada começa nesta terça-feira com três partidas. A de maior destaque acontecerá em Oakland, onde o Golden State Warriors fará festa antes de enfrentar o New Orleans Pelicans
A temporada começa nesta terça-feira com três partidas. A de maior destaque acontecerá em Oakland, onde o Golden State Warriors fará festa antes de enfrentar o New Orleans Pelicans

.

O Boticário

///////////////////////////

.

Felício e Huertas foram os últimos a serem confirmados na competição, por Chicago Bulls e Los Angeles Lakers, respectivamente. Com Raulzinho (Utah Jazz), Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers), Bruno Caboclo e Lucas Bebê (Toronto Raptors), Leandrinho (Golden State Warriors), Nenê (Washington Wizards) e Tiago Splitter (Atlanta Hawks), o Brasil tem representantes em oito dos 30 times da liga, mais de 25%.

O crescimento do País na NBA foi comprovado nas última duas temporadas, quando dois atletas brasileiros foram os primeiros a conquistar o cobiçado Troféu Larry O’Brien. Em 2013/2014, Tiago Splitter abriu caminho ao lado do experiente time do San Antonio Spurs. Na última edição, foi a vez de Leandrinho e o veloz Golden State Warriors levantarem a taça.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Estas duas equipes, aliás, aparecem novamente como favoritas ao título. Atual campeão, o Warriors manteve a base com Stephen Curry (MVP da última temporada), Klay Thompson e Andre Iguodala. Mais experientes, os californianos prometem lutar pelo bi em 2015/2016.

Mas o Spurs não fica muito atrás. Se já tinha uma base forte e experiente, com o trio formado por Manu Ginóbili, Tony Parker e Tim Duncan, se reforçou e rejuvenesceu com a chegada de LaMarcus Aldridge, que promete comandar a próxima geração texana ao lado de Kawhi Leonard. O veterano David West ainda foi contratado para tornar o elenco ainda mais forte.

Quem também deve brigar pelo título no Oeste é o Los Angeles Clippers, que manteve seus três principais jogadores (Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan) e se reforçou com as chegadas de Paul Pierce, Lance Stephenson e Josh Smith. Já o Oklahoma City Thunder aposta na manutenção de Kevin Durant – lesionado em boa parte da última temporada – e Russell Westbrook para ser campeão pela primeira vez.

Se Spurs, Clippers e Thunder assustam, talvez seja na Conferência Leste que fica o principal rival do Warriors na disputa do título. Derrotado na última final, o Cleveland Cavaliers quer revanche e tem o melhor jogador do mundo para isso. LeBron James terá ao seu lado Kyrie Irving e Kevin Love – ambos desfalcaram o time na decisão da temporada passada – para tentar levar a franquia de Ohio à sua primeira conquista.

O principal rival do Cavaliers no Leste deve ser o Chicago Bulls, que corre por fora. Muito em função de Derrick Rose, que segue sofrendo para se manter saudável e em forma durante toda uma temporada. Caso isso aconteça, o armador, Jimmy Butler, Pau Gasol e Joakim Noah prometem incomodar.

Em meio a tantos favoritos, os dois maiores campeões da história da liga devem brigar por metas bem mais modestas. O Los Angeles Lakers, dono de 16 títulos, tem Kobe Bryant em fim de carreira e longe de seu melhor momento e deve brigar pelas últimas posições do Oeste. Já o Boston Celtics, que tem 17 troféus, conta com uma base jovem e pode até chegar aos playoffs no Leste, mas não deve incomodar. Assim como o também tradicional New York Knicks, que aposta todas suas fichas em Carmelo Anthony, mas tem um elenco fraco e deve ficar na parte de baixo da tabela de classificação da mesma conferência.

A temporada começa nesta terça-feira com três partidas. A de maior destaque acontecerá em Oakland, onde o Golden State Warriors fará festa antes de enfrentar o New Orleans Pelicans – os jogadores campeões receberão o anel do título e um banner será erguido e exposto no teto do ginásio. Os outros dois confrontos são: Atlanta Hawks x Detroit Pistons e Chicago Bulls x Cleveland Cavaliers.

Do Estadão Conteúdo

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).