Inicio » Mais Seções » Tecnologia » Notícia falsa sobre WhatsApp causa pânico entre brasileiros; entenda

Notícia falsa sobre WhatsApp causa pânico entre brasileiros; entenda

Nesta segunda-feira à noite, começou a se espalhar um boato dizendo que uma “nova atualização do WhatsApp irá notificar usuários quando a tela for printada”. É mentira – você ainda pode e poderá tirar capturas de tela à vontade – mas muita gente acreditou e ficou bastante preocupada. Vamos dar uma olhada nisso mais de perto.

Notícia falsa sobre WhatsApp causa pânico entre brasileiros; entenda
Notícia falsa sobre WhatsApp causa pânico entre brasileiros; entenda

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Antes de tudo: não, o WhatsApp não irá notificar usuários quando a tela for “printada”. Não há nenhum anúncio oficial do próprio WhatsApp, nem indícios de que esse recurso está por vir. Uma busca em inglês não traz resultados relevantes; e se fizer a busca em português, você será levado a um site que desmente o boato.

Muita gente acreditou porque isso não é tecnicamente impossível: o Snapchat avisa a outros usuários quando você tira screenshot de fotos ou mensagens de texto. No entanto, o foco do Snapchat é outro: ele apaga suas fotos em até 24 horas, e não permite compartilhar com outras pessoas as imagens que você recebe.

Enquanto isso, o WhatsApp guarda todo o seu histórico – até oferecendo backup no Google Drive para você não perdê-lo – e permite copiar e compartilhar mensagens de forma nativa:

Whatsapp-e-encaminhar

.

Se o WhatsApp não avisa quando você compartilha uma mensagem, por que avisaria quando você tira uma captura de tela?

O boato aparentemente começou no site Portal Atualizado. A “notícia” não traz muitos detalhes: apenas diz que “quando a tela for printada, o outro usuário será notificado assim como acontece no Snapchat”, e que o recurso será liberado no dia 28 de novembro.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O link tem mais de 19 mil curtidas no Facebook, e o tráfego para o site foi tão intenso que ele ficou instável.

Além disso, o título do hoax é mencionado inúmeras vezes no Twitter, acompanhado por imagens de dor e sofrimento:


.

Mas por que criar um hoax desses? Bem, notícias sobre o WhatsApp geralmente chamam a atenção no Brasil, já que somos um dos países que mais usa o aplicativo – e isso gera tráfego adicional para o site.

Além disso, o Portal Atualizado está se preparando para lançar um serviço de informação pelo WhatsApp – e há um anúncio disso logo após a notícia falsa:

Quer receber notícias diretamente no seu whatsapp de graça ? Salve o número (XX) 9 XXXX-XXXX como ”Portal Atualizado” , depois envie a palavra ”notícia” pelo whatsapp e pronto!

Tudo isso poderia ser considerado um mero viral, mas não é o caso. O Portal Atualizado existe desde pelo menos julho do ano passado, não é um site de humor e (re)publica notícias verdadeiras.

Essa mistura danosa de notícias reais e fictícias pode confundir o leitor e levá-lo a acreditar num hoax.

E eles não pararam de mentir: um dos artigos mais recentes diz que o “Instagram terá função visitantes recentes a partir de novembro”, semelhante a quando o Orkut mostrava quem visitou seu perfil. Isso é falso, mas alguém vai acreditar.

Esta é a notícia falsa sobre o WhatsApp:

noticia-falsa-whatsapp1

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).