Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Hoje tem audiência do Ministério Público sobre pessoas em situação de rua em Montes Claros

Montes Claros – Hoje tem audiência do Ministério Público sobre pessoas em situação de rua em Montes Claros

“Os Direitos Fundamentais das Pessoas em Situação de Rua”. Este é o tema da audiência pública que o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) realiza nesta terça-feira (17/11), às 14 horas, no plenário da Câmara Municipal. Juntamente com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), a Universidade Estadual de Montes Claros é uma das parceiras na realização do evento.

Montes Claros - Hoje tem audiência do Ministério Público sobre pessoas em situação de rua em Montes Claros
Montes Claros – Hoje tem audiência do Ministério Público sobre pessoas em situação de rua em Montes Claros

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

A promoção do MPMG é coordenada pela 11ª Promotoria de Justiça e da 2ª Vara Cível de Montes Claros, sob orientação do promotor Paulo Márcio da Silva e do juiz de direito Richardson Xavier Brant.

O foco da audiência está na discussão sobre a vulnerabilidade das pessoas que vivem nas ruas na maior cidade do Norte de Minas. Dentre as áreas relacionadas estão saúde, renda, moradia, trabalho e assistência social.

Convidado pela Coordenadoria Regional de Inclusão e Mobilização Sociais do Norte de Minas (Cimos), do MPMG, o vice-reitor da Unimontes, professor doutor Antonio Alvimar Souza, fará suas considerações sobre o tema “Dignidade da Pessoa”. Pessoas em situação de rua foram convidadas para apresentar relatos de experiência durante a audiência.

A Unimontes também será representada por professores, pesquisadores e alunos do programa de mestrado em Desenvolvimento Social e dos cursos de graduação em Enfermagem, Serviço Social, Ciências Sociais, Filosofia, História e Odontologia.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Estima-se que aproximadamente 650 pessoas têm as ruas e praças como “casa” em Montes Claros. Os perfis são diversos, desde usuários de drogas, pessoas com transtornos mentais, indigentes e retirantes de outras cidades da região e até de outros estados. Há casos de pessoas que têm famílias e residência fixa na própria cidade, mas que passam a maior parte do tempo como moradores de ruas.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social, da Prefeitura de Montes Claros, também é parceiro na realização do evento, assim como outras entidades e serviços especializados em abordagem social. A audiência ajudará no processo de criação do comitê municipal de defesa dos direitos sociais, de saúde e de direitos humanos de pessoas em vulnerabilidade social.

SERVIÇO

Audiência Pública – Projeto Rua do Respeito

“Todos temos Direito e ter Direito”

Data: 17/11 – terça-feira

Horário: 14 horas

Local: Plenário Câmara Municipal

Rua Urbino Viana, 600, Vila Guilhermina

Informações: (38) 8834-5066 e (31) 3270–3206

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.De compra pela …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).