Inicio » Minas Gerais » MG – Pomares domésticos recebem incentivo da Emater em Minas Gerais

MG – Pomares domésticos recebem incentivo da Emater em Minas Gerais

MG – Pomares domésticos recebem incentivo da Emater em Minas Gerais

Programa do Governo do Estado tem a meta de distribuir, até o final deste mês, 380 mil mudas à famílias de agricultores.

Cultivo de pomares tem o objetivo de despertar o valor da fruticultura na alimentação, na diversificação da cultura e para o meio ambiente
Cultivo de pomares tem o objetivo de despertar o valor da fruticultura na alimentação, na diversificação da cultura e para o meio ambiente

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Colher frutas frescas direto do pé tem gosto de infância na roça. É privilégio de quem tem pomar no quintal de casa, na chácara ou no sítio. Mas o cultivo de pomares domésticos está cada vez mais acessível e, em Minas, recebe incentivo do Governo do Estado, por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-MG),  que tem distribuído, desde outubro, mudas de árvores frutíferas. A iniciativa pretende beneficiar, até o final deste mês, cerca de 30 mil famílias de pequenos agricultores.

O programa de fomento à formação de pomares domésticos recebeu investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, recursos de um convênio entre a Emater-MG e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação(MCTI). Os valores foram utilizados na compra de 380 mil mudas de espécies, como acerola, limão tahiti, laranja pera rio, goiaba, tangerina ponkan, manga palmer, coco anão, figo, pêssego, abacate, laranja bahia, banana prata e caqui.

Valor da fruticultura

Cada agricultor recebe um kit com até 12 mudas de espécies variadas. A intenção, segundo Deny Sanábio, coordenador Técnico do Programa Estadual de Fruticultura da Emater-MG, é despertar no produtor o valor da fruticultura na alimentação, na diversificação da cultura e para o meio ambiente.

“A formação de um pomar tem várias dimensões, como contribuir com a biodiversidade, a satisfação de plantar uma árvore que vai gerar fruto, servir para abastecer a família e, ainda, gerar um excedente que poderá ser comercializado em feiras livres”, afirma Sanábio.

O técnico explica que, além de distribuir as mudas gratuitamente, a Emater fornece orientação sobre a seleção da área, plantio, preparação da cova, adubação, controle de doenças, poda e capina.

Demanda de cada região

Antes da distribuição das espécies frutíferas, foi feito um levantamento das demandas de cada região. No Centro-Oeste de Minas, por exemplo, a regional da Emater, em Divinópolis, recebeu 14.160 mudas para a formação de pomares domésticos em 30 municípios.

“Existe uma procura muito grande por mudas frutíferas nos municípios, mas os produtores têm dificuldades de conseguir mudas de qualidade como essas”, destaca o gerente regional em Divinópolis, Valério Resende.

Tarefa prazerosa

Entre as mais de mil famílias beneficiadas na região Centro-Oeste, está a de Felipe Ferreira, pequeno produtor em Mata dos Coqueiros, na zona rural de Divinópolis. Ele conta que nunca deixou de ter um ou outro pé de fruta no terreno, onde cria gado leiteiro, e que sempre quis plantar muitas árvores frutíferas no local.

“Era meu sonho, mas a maioria das mudas que eu comprava não vingava”, diz o agricultor, que agora está otimista com o kit das espécies que recebeu junto com a orientação técnica. “Será uma tarefa prazerosa pra mim e pra minha família cultivar o pomar”, ressalta Felipe. Ele tem plano de conseguir uma renda extra com a venda de parte da produção.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Segurança alimentar

Em Arcos a distribuição das mudas aos produtores é feita pela prefeitura e pela Emater-MG. Estão na lista dos contemplados 88 famílias de oito comunidades. Cada uma recebe um kit contendo duas mudas de mexerica, goiaba, laranja, caqui, banana e limão.

O extensionista da Emater-MG Zenaido Fonseca destaca que a inciativa irá aumentar o número de árvores no município e resgatar uma tradição local, contribuindo com a segurança alimentar e nutricional das famílias.

Na propriedade do produtor José Modesto Oliveira, a principal atividade é a pecuária leiteira. Por dia são produzidos 200 litros. A família é uma das beneficiadas com a entrega do kit pomar. “Vai ser bom. Eu tenho um pomar pequeno aqui, mas que está acabando”, diz o produtor.

Oliveira não sabe ainda se vai comercializar as frutas. O motivo é que, segundo ele, a família é grande. “Acho que vai ser tudo para o nosso consumo mesmo. Bom que vai melhorar a nossa alimentação. Se sobrar alguma coisa, nós podemos vender”, planeja o produtor.

Clique aqui para obter mais orientações técnicas sobre como formar um pomar doméstico

Da Agência Minas

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).