Inicio » Colunistas » Adilson Cardoso » Coluna do Adilson Cardoso – O Homem e o Político

Coluna do Adilson Cardoso – O Homem e o Político

Coluna do Adilson Cardoso – O Homem e o Político

Dizia Aristóteles que o homem é um animal político. Se não por ideologia, por pura necessidade. O Brasil se arma, alguns para defender o mandado da Presidenta Dilma, outros para defender o impeachment a todo custo. Neste fogo cruzado questionar quem está com a verdade é o mesmo que discordar da harmonia de cada nome que se encontra na rua, você se chama assim por qual motivo?   Cada qual faria a justificativa da sua graça. Aquele que recebeu por amor do pai ao ídolo da juventude ou aquela que tem nome de Santa pela devoção da mãe. Entre outros significados a política é uma arte de negociação para compatibilizar interesses. E a palavra interesse norteia generosamente o caminho que precisamos seguir para comentar o momento da política brasileira. Esquerda, direita e aqueles que não pertencem a nenhuma das classes de pensamentos vão sendo levados por umas ou outras correntes, a continuação ou a volta. Mas algumas perguntas devem ser feitas antes de embrenharmos no assunto, qual seria o ganho real do povo com a queda da Presidenta? Um novo governo de dentro das fileiras daqueles que postulam a mudança, com certeza não sairia. Há processos legítimos a serem respeitados como a seguridade do vice no cargo, se acaso resultasse em vitória o processo. E qual seria o ganho real do povo com a manutenção da Presidenta? Talvez nada surja de novo neste emaranhando de desacertos, na girândola de informações negativas de parte da imprensa e na maciça imposição do governo sobre a base aliada em prol da manutenção dos seus projetos e  confecção de novos parceiros. Sem querer gotejar o crio do meu sangue negativista, penso que este homem “animal político” como pregara Aristóteles está mais para marionete dos políticos. “Papagaios de piratas” repetidores dos mesmos discursos, porém incapazes de construírem suas próprias decisões. E isto vale para todos, inclusive para “soldados da esquerda” que dificilmente tiram seus uniformes vermelhos, porém pouco logra  de proveitos  da conjuntura vigente. Munidos de farpas nas línguas não dispõem de argumentos históricos políticos para a sensibilização do debate, alguns com motores saturados de inflamáveis derramam por onde passam os que não comungam de pensamentos iguais e com isso incendeiam as possibilidades de formação de consciência  e amparo a nação que é de todos. Fazendo justiça, quero dizer que  existe sim, muita gente que milita por amor a política sem pensar nos interesses próprios, ainda os encontramos em salas de debates e reuniões de Legisladores, buscando  e difundindo a política verdadeira  do bem comum.

Por Adilson Cardoso

Adilson Cardoso
Adilson Cardoso

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).