Inicio » Mais Seções » Beleza » Kate Middleton usa tiara que pertenceu à princesa Diana

Kate Middleton usa tiara que pertenceu à princesa Diana

Kate Middleton usa tiara que pertenceu à princesa Diana

Kate Middleton usa mais uma tiara histórica. Desta vez, a Duquesa de Cambridge foi fotografada com uma das peças preferidas da princesa Diana (1961-1996). A esposa do príncipe William usou a tiara na recepção anual da rainha Elizabeth II a diplomatas e embaixadores, que aconteceu no Palácio de Buckingham, em Londres, nesta terça-feira (8).

Kate Middleton usa tiara que pertenceu à princesa Diana
Kate Middleton usa tiara que pertenceu à princesa Diana

.

A relíquia chamada Cambridge Lover’s Knot. Nó dos Amantes de Cambidge, em português, foi produzida em 1914 a pedido da Rainha Mary e contém uma série de diamantes e pérolas. Quando morreu, a rainha Isabel II herdou a joia, a qual ofereceu depois, em 1981, a Diana, como presente de casamento. Com o divórcio da princesa em 1996, a peça voltou para as mãos de Elizabeth II. A relíquia histórica agora é usada pela nora da princesa do povo, Kate Middleton.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).