Inicio » Mais Seções » Ciência » Organização diz que é preciso ajuda urgente para combater “super El Niño”

Organização diz que é preciso ajuda urgente para combater “super El Niño”


Reviewed by:
Rating:
5
On 14 de dezembro de 2015
Last modified:14 de dezembro de 2015

Summary:

Organização diz que é preciso ajuda urgente para combater "super El Niño"

Organização diz que é preciso ajuda urgente para combater “super El Niño”

Secas, chuvas inesperadas e geadas trazidas por um super El Niño estão causando impactos severos no Pacífico, sendo a Papua Nova Guiné o país mais atingido, informou o grupo Oxfam em relatório divulgado nesta segunda-feira (14/12/2015).

Efeitos do El Niño serão um dos mais fortes da história Foto: AFP
Efeitos do El Niño serão um dos mais fortes da história – Foto: AFP

.

Natura

///////////////////////////

.

Ao apelar por uma ajuda especial para salvar vidas, a organização não governamental disse que 4,7 milhões de pessoas enfrentam a fome, pobreza e doença na região do Pacífico, na sequência do fenômeno meteorológico.

“Esta é uma crise em escala global”, afirma o relatório Early Action on Super-charged El Nino Vital to Save Lives.
“O atual El Niño é um dos mais fortes já registrados, o que que quer dizer que devem ocorrer condições meteorológicas extremas, que vão ameaçar a segurança alimentar das populações, a vida e o modo de subsistência”.
.

O Boticário

///////////////////////////

.
El Niño é o nome dado a um padrão climático associado a um longo período de aquecimento no Pacífico. Essas alterações ocorrem de 12 a 18 meses na temperatura da superfície da água do Oceano Pacífico, com efeitos no clima da região.
No mês passado, a agência meteorológica da ONU advertiu que o fenômeno é o pior em mais de 15 anos.
.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).