Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Fundação Sara acaba de concluir a reforma e humanização da enfermaria oncológica pediátrica da Santa Casa de Montes Claros, que será inaugurada no dia 17 de dezembro

Montes Claros – Fundação Sara acaba de concluir a reforma e humanização da enfermaria oncológica pediátrica da Santa Casa de Montes Claros, que será inaugurada no dia 17 de dezembro

Montes Claros – Fundação Sara acaba de concluir a reforma e humanização da enfermaria oncológica pediátrica da Santa Casa de Montes Claros, que será inaugurada no dia 17 de dezembro

Ao lado da mãe, Anny Gabrielle recebe atenção da terapeuta ocupacional, Iara Ribeiro
Ao lado da mãe, Anny Gabrielle recebe atenção da terapeuta ocupacional, Iara Ribeiro

Crianças com câncer ganham espaço novo para internação.

Neste Natal, as crianças com câncer ganharão um presente diferente, especial e que fará toda a diferença para que o tratamento seja menos doloroso. É que a Fundação Sara acaba de concluir a reforma e humanização da enfermaria oncológica pediátrica da Santa Casa de Montes Claros, que será inaugurada no dia 17 de dezembro.

Um investimento aproximado de 170 mil reais, fruto de uma grande parceria com o Instituto Ronald McDonald e da sociedade que se mobilizou para ajudar a captar recursos com a campanha McDia Feliz. Além de a nova enfermaria ser exclusiva para crianças com câncer, o ambiente é climatizado, colorido, muito mais agradável e espaçoso, inclusive com leitos e demais móveis e equipamentos novinhos.

A pequena Anny Gabrielle tem apenas um ano e meio e é uma das crianças que vai utilizar o novo espaço.  Ela está no primeiro semestre do tratamento e nesse período tem passado mais tempo hospitalizada do que em casa, uma rotina que não é fácil para a família, que é de Glaucilândia/MG. “Ao longo do tratamento, as internações podem ser longas e frequentes, não somente para receber a quimioterapia, mas também para controle de sintomas, tratamento das infecções, realização de exames, entre outros”, esclarece a oncopediatra Eliana Cavacami.

Não é a primeira vez que Anny é beneficiada no tratamento hospitalar com apoio da Fundação Sara. Sua dor tem sido amenizada graças a um compromisso que a entidade passou a dividir com os hospitais: a melhoria do tratamento oncológico pediátrico. “Quando a Anny iniciou o tratamento, a gente perdia as contas do tanto de vezes que ela era furada ao dia para fazer exames ou para receber a medicação”, relata a tia, Juliana, que reveza com os pais da pequena as longas temporadas no hospital. “Depois, com a ajuda da Fundação Sara, foi colocado um cateter permanente nela, onde todo medicamento é administrado, e assim não precisa mais furar”, completa.

Para o presidente da Fundação Sara, Álvaro Gaspar Costa,  a reforma simboliza o avanço da missão da entidade. “Nós só conseguimos ampliar nossa missão para além da assistência dentro da casa de apoio porque contamos com grandes parceiros, como o Instituto Ronald McDonald, e a abertura para agirmos em hospitais de referência no tratamento oncológico infantil, como na Santa Casa de Montes claros”.

Esta não é a primeira vez que a Fundação Sara atua para reformar e humanizar o ambiente de tratamento. Entre 2011 e 2012 a entidade, também em parceria com o Instituto Ronald McDonald,  reformou e equipou a enfermaria pediátrica oncológica do Hospital das Clínicas e da Santa Casa de Belo Horizonte, proporcionando mais qualidade e conforto no tratamento, não só para os assistidos do Norte de Minas, mas para todas as crianças com câncer que realizam tratamento nesses hospitais.

“Um ambiente agradável favorece muito o tratamento. Na Fundação Sara existe um espaço que não lembra em nada um hospital. É uma casa alegre, colorida, com brinquedoteca, playground, uma escolinha e muito mais  para que a crianças se sintam em casa. E nosso desejo é que nos hospitais também exista um ambiente humanizado para quebrar um pouco  da rotina do tratamento e consequentemente as crianças possam aceitar  melhor a medicação, possam sorrir  mais, se alimentem melhor”, destaca o presidente.

Álvaro Gaspar destaca ainda que  é preciso continuar lutando pelo melhoria do índice de cura na região Norte de Minas : “Além de buscar e acreditar na cura, é preciso pensar no bem estar da criança durante o tratamento para que  seja o menos doloroso possível e as mutilações sejam apenas as inevitáveis, por isso esse novo ambiente, aliado a uma equipe capacitada, é tão importante. Se nos grandes centros, a cura do câncer infantojuvenil chega a 80%, nós temos que lutar para ter esse índice em nossa região também.”

A inauguração do novo espaço acontece no dia 17 de dezembro, quinta-feira, com presença de diretores das três entidades e das famílias, que esperam ansiosamente ter os filhos transferidos para o ambiente novo. Para mais informações, ligue (38) 3214-5500.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.


------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).