Inicio » Economia » Natal 2015 – Chegou a hora de trocar os presentes. Fique atento às regras

Natal 2015 – Chegou a hora de trocar os presentes. Fique atento às regras

Natal 2015 – Chegou a hora de trocar os presentes. Fique atento às regras

Natal 2015 - Chegou a hora de trocar os presentes. Fique atento às regras
Natal 2015 – Chegou a hora de trocar os presentes. Fique atento às regras

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

É chegado o dia nacional da troca. Mas vale lembrar que não é porque você não gostou ou o presente não coube que a loja é obrigada a trocar.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) não prevê trocas nesses casos. Por isso, antes de comprar, é importante consultar a empresa sobre a política que ela adotada. Devoluções de produtos sem defeito só são garantidas em compras feitas foram de lojas físicas, a como pela internet e ou por meio de catálogos.

“Em Montes Claros é comum as lojas colocarem uma etiqueta ou selo de troca quando o produto adquirido é para presente. Assim, quando falamos em presente de Natal, fim de ano, etc., é necessário que o consumidor, para garantir, tenha na nota fiscal ou cupom fiscal a declaração do fornecedor ou lojista de que o produto poderá ser trocado e o prazo para a troca”

Já se a mercadoria apresentou algum algum vício (defeito) de qualidade (problemas no funcionamento, por exemplo) ou vício de quantidade (volume menor que o informado na embalagem), a situação muda.

“O artigo 18 do CDC estabelece que a loja é obrigada a trocar o produto defeituoso por outro igual ou semelhante, ou, ainda, devolver o dinheiro.”

Se for um bem durável, como eletrodomésticos, brinquedos e livros, que apresentar problema, o cliente tem um prazo de 90 dias para solicitar a troca. Já para produtos não duráveis, como alimentos e bebidas, o prazo é menor, de 30 dias.

Se a compra tiver sido feita numa loja que não for física, como, por exemplo, na internet, por telefone ou por catálogos –, a regra é específica. ” O consumidor conta com o direito do arrependimento. Significa que ele pode trocar ou desistir do produto em até sete dias após o recebimento do produto sem a necessidade de explicar o motivo. Nesses casos, a compra pode ser desfeita sem nenhum ônus para o comprador.”

A Proteste Associação de Consumidores alerta que o ideal é, na hora da compra, pedir um cartão do estabelecimento com informações sobre prazo e condições para escolha de outro produto, no caso de precisar trocar.

A Proteste reforça que há lojas que se negam a trocar o produto se a etiqueta foi removida, ou que esteja em promoção e exigem a nota fiscal. Por isso, é importante se informar bem sobre as condições da troca.

ENTREGA

Em casos de descumprimento do prazo de entrega, o artigo 35 do Código de Defesa do Consumidor garante que o cliente tem direito de pedir o dinheiro de volta à empresa e, caso queira, de acionar o lojista por dano moral, pelo constrangimento de o presente não ter chegado a tempo. Mas atenção. O produto deverá ser enviado à loja, com documentos que comprovem a data do recebimento da mercadoria e uma carta escrita à mão, recomenda a Proteste.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).