Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

O Padre Pornográfico e a Assistente pelada

Um Padre  foi acordado por sua assistente, que estava diante de um protetor de tela cheio de imagens pornográficas. A situação tragicômica foi relatada pelo Jornalista Walciley de Andrade da Revista Epoca que passava férias na casa dos pais em Montes Claros. O Padre que foi denunciado por atentado ao pudor disse  que deixou o Windows 10 da Igreja atualizando durante a noite e a madrugada e foi surpreendido pelo ocorrido na manhã seguinte. A senhora que chegaria na madrugada para a festa do nascimento no dia 25,  não estava entendendo porque ele havia configurado o  desktop que deveria ter apenas estudos sobre a vida de Jesus e a bíblia, além das coisas da Igreja,  para executar imagens pornôs. Ele, sem conseguir explicar  nada, tentou desativar a funcionalidade, mas não obteve sucesso e decidiu arrancar a tomada do  computador  até resolver a situação. Situação resolvida, Depois ele explicou a policia que, por padrão, o Windows 10 cria um protetor de tela com todas as fotos da pasta Imagens. E que alguém pode ter colocado as imagens pornográficas para defamá-lo já que ele é candidato a vereador. Detalhe a senhora que é assistente direta do Padre aparecia nua em uma das imagens, além de outras do mesmo grupo, por falta de provas o padre foi liberado.

Um Caso atípico em Nova Esperança

Selvino Ferreira  era casado há 23 anos quando descobriu que, na verdade, sente-se como uma garotinha. Depois de se assumir  transexual, ele largou a sua família no Muncipio de Nova Esperança a 21  km de Montes Claros pra viver com pais adotivos em Bocaiuva. “Não posso negar que me casei, não posso negar que tive filhos. Mas eu segui em frente e agora voltei a ser criança”, disse Selvino. Por outro lado, a notícia não foi bem recebida por sua família antiga. Após a mudança, sua mulher não conseguiu aceitar a nova forma de encarar o mundo do marido. Segundo ele a mulher  disse que deveria “parar de ser trans ou ir embora”. Felizmente, a transgênero encontrou uma nova casa; uma nova família que aceitou a sua transformação. Lá, ela revelou ter se encaixado perfeitamente como a neta caçula, uma vez que a menina mais nova até então estava querendo uma irmãzinha. “Nós nos divertimos. Nós colorimos, fazemos coisas de criança”, completa o homem agora uma garotinha, que sofreu com algumas questões no passado e chegou a tentar suicídio no dia do casamento da filha. Hoje, porém, garante ter finalmente se encontrado. “Isso se chama terapia de brincar. Sem medicação, sem pensamentos suicidas. Eu só tenho que brincar.”

No Boteco de Cesar

No Bairro Sumaré da cidade de Montes Claros –MG,  um dos frequentadores mais antigos de um bar chamado informalmente de “O Boteco de Cesar” resolveu inovar nas comemorações de natal, fazer mágica retirando moedas das orelhas dos clientes que chegavam para pagar suas contas. Conforme informações o senhor de aparência Carlos Drumonddiana se chama José Dilson e costumava escrever para o Jornal Montes Claros, até o dia em que sumira por cinco dias, sem dar noticias tendo seu nome e fotos colados nas contas da Copasa e cartazes pelas ruas, surgira depois como se nada tivesse acontecido, porém sua orelha estava maior e esverdeada, em depoimentos dissera ter sido abduzido por um grupo de ETs liderado por Chicão um ex-morador da Terra que hoje vive a vagar pelas galáxias. Voltando ao bar após retirar varias moedas e ter  a mesa “bomburrada” atreveu-se a tocar em um bêbado que chegava com uma única moeda para tomar sua pinga, este ao ver que da sua orelha saia o metal que poderia lhe pagar quantas outras quisesse, entrou para o banheiro e começou a bater a cabeça violentamente contra a parede, em busca de cair mais moedas. Resumindo saiu desacordado na maca do SAMU.

Riso da Hora

Três bichinhas conversando, sobre o que cada uma gostaria de ser, se elas pudessem escolher. – Ai, eu gostaria de ser… Uma bola de futebol!! Disse a primeira. – Bola de futebol??!?!?! Exclamaram as outras duas. – E sim! Já imaginou, eu num campo de futebol, 20 homens me chutando, me disputando e dois homenzarrões me agarrando. Tudo isso durante 90 minutos! AAAAAAAAHHH! Ia ser demais! – E mesmo! concordaram as bichonas. Aí foi a vez da segunda, que mandou essa. – Eu gostaria de ser um campo de futebol. – Campo de futebol?!!? disseram as madames. Você tá doida! – Imagina só aqueles mesmo 22 jogadores, me pisando o tempo todo, caindo por cima de mim, com aquelas camisas suadas! AAAAAAhhh!!!!! Eu ia ficar doida! A terceira bicha não se conteve: – Ah é, vocês duas não sabem de nada! Eu queria é ser uma ambulância!!! – Ah, não agora nós não entendemos! Replicaram as dondocas. – Imagina só, eu estou na minha, vem dois enfermeirões, me abrem por trás e ai enfiam um homem toooodinho por trás, e eu saio pela cidade que nem uma doida gritando. UUUUAAUUUAUUUUAAAUUUUAAAAAA!!!!!!!!

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.


------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).