Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Mineiro bate recorde com condecorações pela paz de A a Z

Mineiro bate recorde com condecorações pela paz de A a Z

Mineiro bate recorde com condecorações pela paz de A a Z

Recordista afirma que o mais importante é agir em nome da paz e do amor ao próximo / Foto: Arquivo recordista
Recordista afirma que o mais importante é agir em nome da paz e do amor ao próximo / Foto: Arquivo recordista

Por seus trabalhos de ação social, Franklin Lopes de Freitas recebeu homenagens com as iniciais de todo o alfabeto. 

O mineiro de Belo Horizonte (MG), Franklin Lopes de Freitas entra novamente para o RankBrasil, desta vez por ser o Primeiro brasileiro a conquistar condecorações pela paz de A a Z.

A marca foi oficializada em dezembro de 2015. Paralelamente ele superou o próprio título de Maior número de condecorações pela paz, com 181 homenagens que vem recebendo desde 2009, entre medalhas, certificados, comendas, prêmios, colares, troféus, acróstico e placa.

Conforme Franklin, após fazer parte do RankBrasil pelas condecorações teve a ideia dessa nova modalidade de recorde, já que faltavam poucas letras para completar o alfabeto. “Assim, algumas instituições internacionais me concederam os títulos necessários”, revela.

Entre as atividades desenvolvidas pelo recordista estão arrecadação de alimentos não perecíveis, roupas e brinquedos, com o objetivo de distribuição para pessoas menos favorecidas financeiramente.

De acordo com ele, fazer algo em prol de um mundo melhor é sempre compensador. “A gente às vezes entende que a vida é passageira, mas às vezes não. Eu particularmente estou na fase do compreender e sei que a única coisa boa para levar desse mundo são as virtudes divinas, portanto tendo exercer esses ensinamentos”, diz.

Franklin acredita que a paz deve começar interiormente, depois dentro da própria casa e também no ambiente de trabalho. “Devemos estar em paz primeiro conosco e então ao lado daqueles ao nosso redor, seja em qualquer lugar”.

Atividades desde 1970

Franklin iniciou as ações solidárias em 1970, logo após sua mãe se suicidar. “Saí de casa, encarei o mundo e aos 15 comecei a entender a solidão e as dificuldades minhas e de outras pessoas. Assim, embrenhei-me nas fileiras do amor ao próximo”, lembra.

Atualmente o mineiro é voluntário de várias instituições, inclusive possui a Boina Azul de Honra do Comitê da Paz da ONU e da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da ONU desde 2010, onde recebeu a Medalha de Oficial da Paz. “Decidi ser voluntário da ONU a partir de 2014 e recebi o registro nº 783938 UN – Volunteers”.Completamente ecumênico e espiritualista, ele já foi católico, espírita e evangélico, e hoje em dia procurar ser cristão. “Participo em qualquer movimento religioso que me convidar, seguindo o versículo: Examinai tudo retende o bem”.

Quanto às suas ações, são totalmente socioculturais e humanitárias. “Desde que estejam fazendo o bem, atendemos creches, asilos, casas de recuperação, entre outras entidades de quaisquer tipos de religião”. Para finalizar, o mineiro deixa uma mensagem. “Só conseguiremos a paz a partir do momento que tentarmos exercer o mandamento maior do cristianismo: amar ao próximo”.

Por RankBrasil

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).