Inicio » Minas Gerais » MG – Polícia desmantela oito quadrilhas de roubo de carga em 2015 e dá dicas para evitar crime

MG – Polícia desmantela oito quadrilhas de roubo de carga em 2015 e dá dicas para evitar crime

MG – Polícia desmantela oito quadrilhas de roubo de carga em 2015 e dá dicas para evitar crime

Em 2015 foram desmanteladas oito quadrilhas especializadas em roubo de carga no Estado
Em 2015 foram desmanteladas oito quadrilhas especializadas em roubo de carga no Estado

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Trafegar em horários mais movimentados é sempre mais seguro; no ano passado, prejuízo com este tipo de roubo no Estado chegou a R$ 212 milhões.

O roubo de carga é um crime que mantém em constante alerta autoridades policiais, motoristas e empresários do setor do transporte. Isso porque, além da violência praticada, o prejuízo causado pelo roubo de carga em Minas Gerais, somente em 2015, foi de R$ 212 milhões, segundo a Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Estado de Minas Gerais (Fetcemg).

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), no ano passado foram desmanteladas oito quadrilhas especializadas em roubo de carga no Estado. “Efetuamos 45 prisões de pessoas que faziam parte dessas quadrilhas”, conta o delegado Marcus Vinícius Lobo, titular da 6ª Delegacia Especializada de Repressão ao Furto, Roubo, Antissequestro e Organizações Criminosas. A unidade é vinculada ao Departamento de Operações Especiais da Polícia Civil de Minas Gerais (Deoesp).

Os produtos mais visados pelos criminosos são os eletroeletrônicos, seguidos pelos gêneros alimentícios e bebidas, derivados de petróleo e produtos químicos agrícolas (defensivos agrícolas). “As carretas são interceptadas pelas quadrilhas geralmente ao longo da rodovia ou em algum posto de combustível”, conta o delegado.

Para cometer o crime, as quadrilhas utilizam grande contingente de pessoas – entre oito e 10 integrantes; armamentos de grosso calibre; celulares; caminhões e veículos de passeio. Ainda de acordo com o delegado, as rodovias com maior número de casos são a BR-040, BR-381 e BR-262, onde a atenção dos motoristas deve ser redobrada.

Dicas ajudam motoristas

O delegado Marcus Vinícius Lobo, titular da 6ª Delegacia Especializada de Repressão ao Furto, Roubo, Antissequestro e Organizações Criminosas, recomenda aos motoristas transportadores de cargas, se possível, evitar o tráfego em horários nos quais a movimentação nas estradas é menor, como das 17h às 5h.

Além disso, o motorista deve evitar paradas e pernoites em postos de gasolina de regiões sabidamente mais propensas a roubos ou desertas. Ficar sempre atento a movimentações estranhas e veículos parados também é importante.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

“Outra dica fundamental para o motorista é parar apenas em postos de combustíveis próximos às unidades da Polícia Rodoviária ou das Concessionárias, por serem locais menos visados pelos ladrões”, diz Marcus. “É importante ainda manter contato com algum responsável da transportadora”, completa.

Se o motorista for surpreendido e dominado por ladrões, a dica é a mesma para qualquer vítima de roubo: é preciso manter a calma e nunca reagir. Durante a abordagem dos criminosos, o que ele pode fazer é tentar observar o máximo de detalhes, que serão úteis para a investigação policial.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).