Inicio » Minas Gerais » MG – Governador Pimentel pede desculpas a servidores de Minas por escalonamento do salário

MG – Governador Pimentel pede desculpas a servidores de Minas por escalonamento do salário

MG – Governador Pimentel pede desculpas a servidores de Minas por escalonamento do salário

MG - Governador Pimentel pede desculpas a servidores de Minas por escalonamento do salário
MG – Governador Pimentel pede desculpas a servidores de Minas por escalonamento do salário

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

O governador publicou vídeo em que pede a compreensão do funcionalismo e garante que está trabalhando para normalizar a situação.

O governador Fernando Pimentel (PT) fez um pedido de desculpas nesta terça-feira aos servidores de Minas Gerais por causa da necessidade de parcelamento dos salários. Em vídeo(veja no final da matéria), ele disse que, apesar dos esforços, não foi possível garantir o pagamento em dia para 25% da folha. “Eu queria hoje dedicaram uma palavra especial aos servidores públicos do estado de Minas Gerais. Inicialmente um pedido de desculpas, os servidores não são culpados pela situação financeira em que se encontra o estado. Por mais que fizéssemos naquele ano – que foi o ano passado -, economia e fizemos muito cortando gastos da máquina pública em mais de 600 milhões de reais, quase 40% de corte de custeio, em relação aos meses anteriores”, disse.

Na última sexta-feira o governo de Minas anunciou que 75% dos servidores, que somam 477 mil funcionários públicos do estado, que ganham até R$ 3 mil, voltam a receber os salários integralmente até o 5º dia útil a partir de fevereiro. Os outros 25% do funcionalismo receberão o pagamento escalonado. Ou seja, 100% dos servidores vão receber R$ 3 mil até o quinto dia útil e o restante do pagamento nas seguintes datas: para quem ganha até R$ 6 mil, a segunda parte será paga em 12 de fevereiro. Acima desse teto de R$ 6 mil, receberá em três vezes, nos dias 5,12 e 16 de fevereiro.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Pedindo compreensão neste momento, o governador afirma que algumas medidas vem sendo tomadas como o corte de gastos com a máquina pública e salientou que está preparando uma reforma administrativa que, segundo ele, vai garantir “importante garantia para o estado”. “Peço a compreensão de todos nesse momento. Vamos continuar trabalhando por Minas Gerais com empenho, dedicação. Assegurando aos servidores o direito que eles têm ao seu salário, dando segurança a eles para isso. Nesse momento nos temos que para esses 25% dos servidores pagar depois do 5º dia útil, mas 75% receberam integralmente no 5º dia útil”, concluiu.

Na tarde desta terça-feira, representantes do funcionalismo estadual cancelaram a paralisação marcada para o próximo dia 27. O ato seria um protesto contra o atraso nos salários de dezembro, pagos no último dia 13, ou seja, depois do quinto dia útil do mês. Ao anunciar que a partir do mês que vem pagará o vencimento em parcela única, e até o quinto dia útil, daqueles que ganham até R$ 3 mil líquidos, o governo conseguiu desmobilizar os servidores.

Assista ao pronunciamento:
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).