Inicio » Minas Gerais » MG – Plano preventivo dá suporte a ações do Estado de Minas durante o período de chuvas

MG – Plano preventivo dá suporte a ações do Estado de Minas durante o período de chuvas

MG – Plano preventivo dá suporte a ações do Estado de Minas durante o período de chuvas

MG - Plano preventivo dá suporte a ações do Estado de Minas durante o período de chuvas
MG – Plano preventivo dá suporte a ações do Estado de Minas durante o período de chuvas

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Planejamento operacional do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil prevê respostas caso grandes volumes de água atinjam o estado.

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais alerta a população para o risco de inundações e desabamentos nos municípios do estado onde as chuvas têm incidido com intensidade no início deste ano. Em muitas regiões, como no Sul de Minas, área de maior incidência de ocorrências atendidas, a corporação, além de atuar no socorro à população e na vistoria das áreas de risco, procura trabalhar com ações de prevenção.

O comandante do 9º Batalhão do Corpo de Bombeiros, major Giuvaine Barbosa de Moraes, explica que, ao longo do ano, a corporação se reúne com as prefeituras para montar o plano de contingenciamento para o período de chuvas, compreendido entre os meses de outubro e abril, em caso de alguma calamidade. “Orientamos as prefeituras e fazemos o levantamento dos abrigos, das áreas de risco, das populações ribeirinhas e dos locais passíveis de desabamento e inundação”, esclarece.

O planejamento operacional para o período chuvoso é desenvolvido pelos Comandos Operacionais de Bombeiros e regionalizado pelos batalhões de acordo com as características locais. No caso do 9º Batalhão, situado na cidade de Varginha, 34 militares foram capacitados em 2015 para atuar em ações de busca, resgate e salvamento em caso de enchentes, soterramento e inundações. “Eles passaram pelos mesmos treinamentos e usam os mesmos equipamentos dos bombeiros que atuam na cidade de Mariana”, frisa  o major Giuvaine.

Entre outras ações preventivas da corporação são realizadas campanhas de orientação à população quanto aos procedimentos a serem adotados em casos de calamidades decorrentes do período chuvoso. Além disso, todas as unidades possuem um plano de chamada, uma escala de militares que são acionados em situações emergenciais para reforçar o atendimento.

Atendimento à população

Entre as cidades atingidas pelas águas e atendidas pelo 9º Batalhão estão Itanhandu, Itamonte, Pouso Alto, São Lourenço, Conceição do Rio Verde, Três Corações, Inconfidentes, Pouso Alegre, Lambari, Jesuânia e Poços de caldas. Para o major Giuvaine, o Corpo de Bombeiros não poupará esforços para devolver a normalidade às famílias mineiras que vivem nas cidades atingidas pelas fortes chuvas.

“Estamos fazendo o socorro emergencial após a retirada das pessoas e a vistoria dos locais de risco, como encostas que possam desmoronar, casas que estão em locais que posam inundar e edificações que foram trincadas”, comenta o militar. A vistoria é feita em parceria com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) e engenheiros.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Capacitação e alertas

A Defesa Civil também atua de forma preventiva diante da possibilidade de grandes volumes acumulados de chuva atingirem o estado. No Plano de Emergência Pluviométrica estão descritas as principais ações desenvolvidas, como cursos de capacitação, emissão de alertas meteorológicos, disponibilização de materiais de assistência humanitária, suporte e orientação técnica aos municípios. Clique aqui para acessar o plano na íntegra.

Para enfrentar o período de chuvas, a Cedec possui 15 depósitos com materiais de assistência humanitária e também conta com duas plantas móveis potabilizadoras de água para atendimento aos locais com comprometimento no abastecimento. Os materiais de assistência humanitária são descentralizados nas regionais da Defesa Civil para uma maior agilidade na distribuição aos municípios atingidos e são compostos, principalmente, com cestas básicas, colchões e cobertores.

Equipes de respostas, responsáveis por auxiliar o executivo municipal no atendimento emergencial ao desastre e também pela organização dos recursos humanos e logísticos disponíveis são previamente escaladas e estão prontas para deslocamento imediato. Em caso chuvas, também são emitidos alertas via SMS, quando necessário, para todos os municípios cadastrados. A Cedec ainda presta auxilia as cidades na homologação e reconhecimento da Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).