Inicio » Internacional » América » Brasileira sobrevive a naufrágio que matou 13 turistas no Caribe

Brasileira sobrevive a naufrágio que matou 13 turistas no Caribe

 

Passageiros eram turistas que estavam de férias na pequena ilha de Corn Island; todos os mortos são da Costa Rica. A brasileira Dulce Blank, sobrevivente de um naufrágio no mar do Caribe.

Treze costarriquenhos, a maioria mulheres, morreram, nesse sábado (22), no naufrágio de uma embarcação que transportava 34 pessoas pelas costas da ilha de Little Corn Island, no Caribe sul da Nicarágua, informou o governo de Manágua. Uma brasileira sobreviveu.

A brasileira Dulce Blank, sobrevivente de um naufrágio no mar do Caribe (Foto: Reprodução/Facebook)
A brasileira Dulce Blank, sobrevivente de um naufrágio no mar do Caribe (Foto: Reprodução/Facebook)

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Das 34 pessoas a bordo, incluindo o capitão e seu ajudante, “13 morreram, todos costarriquenhos. Os sobreviventes foram levados para ilha vizinha de Corn Island, anunciou a porta-voz do governo, a primeira-dama Rosario Murillo.

Dos 21 sobreviventes, além da brasileira, 13 são costarriquenhos, dois britânicos, dois americanos e três da Nicarágua, informou Murillo.

“É uma grande tragédia”, disse a porta-voz, antes de informar que o presidente Daniel Ortega ordenou que a Força Naval inicie uma investigação.

“O presidente pediu que a responsabilidade dos que conduziam a embarcação seja determinada e que sejam cumpridos os processos penais correspondentes”, disse Murillo.

“Os passageiros eram turistas que estavam de férias na pequena ilha de Corn Island e zarparam apesar da indicação de que não poderiam zarpar”, explicou a porta-voz.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

“Foi uma ação temerária do dono da embarcação, que, sabendo como está a situação, se presta a fazer as viagens ao custo do risco das pessoas”, criticou o comandante da Força Naval, o contra-almirante Marvin Elías Corrales.

Segundo uma investigação preliminar, a embarcação virou em consequência dos fortes ventos.

O capitão do barco, Hilario Blandón, e seu ajudante, ambos nicaraguenses, foram detidos na chegada a Corn Island. Os dois serão acusados pelos crimes de homicídio culposo e exposição de pessoas ao perigo, segundo o vice-comandante de polícia Francisco Díaz.

O governo da Costa Rica lamentou a tragédia e expressou solidariedade às famílias das vítimas.

Também prometeu que a embaixada e os consulados do país na Nicarágua prestarão todo o apoio necessário.

O presidente Ortega determinou uma agilização dos trâmites para o traslado neste domingo dos corpos das vítimas a San José.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).