Inicio » Minas Gerais » Alto Paranaíba » MG – Casal é brutalmente assassinado no Alto Alto Paranaíba

MG – Casal é brutalmente assassinado no Alto Alto Paranaíba

 

Homem estava com o corpo coberto com fubá; a jovem estava com açúcar cristal no rosto e no tórax; ninguém foi preso.

Equipes da Polícia Civil de Araxá, no Alto Paranaíba, estão em campo tentando levantar informações sobre o assassinato bárbaro de um casal de jovens no início da noite de ontem no Bairro Veredas do Belvedere. Igor Humberto Fonseca de Sousa, 26 anos, que é empresário, e Rafaela D’Eluz Giordani, 21, estudante, foram encontrados mortos em casa, com mãos e braços amarrados, depois que a Polícia Militar recebeu um chamado de amigos do casal que estranharam a falta de notícias dos dois.

Igor e Rafaela foram encontrados mortos em casa no bairro Veredas do Belvedere, em Araxá (foto: Reprodução/Facebook)
Igor e Rafaela foram encontrados mortos em casa no bairro Veredas do Belvedere, em Araxá (foto: Reprodução/Facebook)

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Higor é filho do ex-vice presidente administrativo do Esporte Clube Mamoré, time de futebol de Patos de Minas, também do Alto Paranaíba, Geraldo Humberto Souza, o Beto Radiadores. Geraldo é dono de uma loja de radiadores em Patos e Igor comandava uma filial da empresa em Araxá. Rafaela estudava direito e os dois eram recém-casados. “É uma situação muito triste. O Higor era uma pessoa querida por todos, tinha várias amizades, assim como a Rafaela. Ela tinha trancado a matrícula no curso de direito para o casamento dos dois e atualmente trabalhava com o pai”, diz Geraldo. Os dois enterros serão hoje às 18h. Higor será sepultado em Patos e Rafaela em Araxá.

Segundo a PM, um dos amigos encontrou a residência fechada, mas com algumas luzes acesas, e pulou o muro. Ele encontrou tudo revirado e algumas manchas de sangue, o que motivou o acionamento da PM. Ao chegarem, os militares encontraram Igor em um dos quartos, com pés e mãos amarradas para trás, mais de 100 perfurações provocadas por objeto cortante e o corpo coberto com fubá.

Já Rafaela estava em outro cômodo, amordaçada e amarrada, com muito sangue no corpo, e nove marcas de facadas no pescoço. O rosto e o tórax estavam cobertos de açúcar. Vizinhos informaram que ouviram vários gritos por volta das 13h de ontem, mas como o casal costuma organizar festas com frequência, ninguém achou estranho. Um vizinho disse que viu Higor sair de casa por volta das 17h e a ocorrência foi gerada pela PM às 18h.

Segundo amigos, na semana passada a casa já tinha sido alvo de uma tentativa de arrombamento, o que motivou Igor a contratar a instalação de uma cerca. O jovem tinha costume de guardar dinheiro em casa e mantinha cerca de R$ 5 mil no momento do crime, de acordo com informações repassadas pelos amigos à PM. Duas televisões e uma caminhonete do casal foram levados, o que indica a possibilidade de latrocínio. Duas motocicletas suspeitas foram vistas na região.

Desde a madrugada deste domingo (24), policiais da Polícia Civil estão nas ruas em buscas de informações que possam desvendar os crimes e chegar aos criminosos.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).