Inicio » Minas Gerais » Setur Minas lista cinco destinos para quem quer uma folia diferente no Carnaval

Setur Minas lista cinco destinos para quem quer uma folia diferente no Carnaval

 

Turistas que desejam fugir das tradicionais festas têm outras opções de viagens pelo Estado de Minas; roteiros incluem muitas cachoeiras e trilhas ecológicas.

Turistas podem aproveitar destinos inusitados e com paisagens de tirar o fôlego em Minas Gerais
Turistas podem aproveitar destinos inusitados e com paisagens de tirar o fôlego em Minas Gerais

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Neste Carnaval, os destinos mais comuns em Minas Gerais – como Ouro Preto, Mariana e recentemente Belo Horizonte -, já são conhecidos por foliões de todo o país. Porém, muitos turistas querem aproveitar o feriadão para conhecer lugares diferentes e fugir das tradicionais festas. Para quem busca novidades neste Carnaval, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) lista cinco destinos inusitados e com paisagens de tirar o fôlego:

No município de Tombos, na Zona da Mata, tem início o roteiro Caminho da Luz. O passeio começa na base da Cachoeira que dá nome à cidade e é a quinta maior em volume d’água no Brasil. Durante todo o percurso do Caminho da Luz, fragmentos de mica e cristais emergem do solo, que adquire um brilho especial. O passeio termina no Pico da Bandeira, o terceiro maior do Brasil e o primeiro mais alto acessível. São 195 quilômetros percorridos pelas montanhas de Minas, passando por fazendas centenárias, matas, cachoeiras, santuários e antigas estações ferroviárias.

Ainda na Zona da Mata, outra opção de viagem é para a Serra do Brigadeiro, em Fervedouro. É possível fazer rapel no Poço das Bromélias, que é indicado para os iniciantes, e também na Pedra Tartaruga. Agências de turismo no local oferecem o serviço de guias e equipamentos para os passeios. Além disso, durante as trilhas, é possível conferir uma paisagem de águas cristalinas e belas cachoeiras.

Para os apreciadores das imponentes e belas quedas d’aguas do Estado, o município de Carrancas, no Sul de Minas Gerais, é uma boa pedida para o Carnaval. São dezenas de atrações naturais, entre cachoeiras, poços, grutas e escorregadores naturais. Mesmo em feriados e datas mais festivas, é possível encontrar lugares incríveis ainda não descobertos por muitos.

Aconchego e clima caseiro

O vilarejo de Capivari, entre as cidades do Serro e Diamantina, no Alto Jequitinhonha, oferece uma opção aconchegante para o turista que procura uma viagem diferente: o clima bucólico é realçado por suas únicas duas ruas, cercadas por casas rústicas e tendo como fundo o Pico do Itambé.

Em junho de 2011, o Ministério do Turismo identificou o turismo de Capivari como uma iniciativa nacional de Turismo de Base Comunitária, e pioneira em Minas Gerais. O Vilarejo tem cachoeiras e trilhas, e as famílias abrem as portas de suas casas para os visitantes, aumentando sua renda e proporcionando a quem chega uma oportunidade de vivenciar os costumes locais.

Montanhas de Minas

Os turistas mais animados podem aproveitar o feriadão de Carnaval para fazer a Travessia da Serra Fina, em São Lourenço, no Sul de Minas. São necessários quatro dias para completar o percurso – são 33 km de montanha, com um sobe e desce intenso.

A trilha é considerada severa: existem poucos pontos de água (é fundamental levar uma boa quantidade de água), são muitas horas de caminhada por dia em trechos de desníveis e, por isso, o turista precisa ter alto nível de resistência e esforço físico. O roteiro não é recomendado para iniciantes. Também vale lembrar que o frio pode ser bem intenso, principalmente nos cumes à noite.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Marcelo Eduardo Freitas

Coluna do Dr. Marcelo Freitas – As dimensões do tempo e a maior do do mundo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Coluna do Dr. …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).