Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Ruy Muniz diz, “Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade”

Montes Claros – Ruy Muniz diz, “Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade”

 

O prefeito Ruy Muniz diz que medidas judiciais já estão sendo tomadas para reaver os aparelhos apreendidos que já estão no HU.
Montes Claros - Ruy Muniz diz, "Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade"
Montes Claros – Ruy Muniz diz, “Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade”

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Em coletiva à imprensa, na tarde de sexta-feira (26), o prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, falou que uma “força-tarefa” foi formada pela Receita Federal e Polícia Federal para prejudicá-lo. A referência foi uma resposta à doação ao Hospital Universitário Clemente de Faria, de equipamentos adquiridos para equipar o Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira.

A doação foi feita após a apreensão dos aparelhos realizada em dezembro de 2015 pela Receita Federal. Na época, o delegado da Receita, Gilmar Medeiros, afirmou que os equipamentos importados da Alemanha, avaliados em R$ 9 milhões, teriam sido adquiridos pela Amas Brasil sem que a Associação fosse capacitada para tal. Ele afirmou que o prefeito Ruy Muniz e a deputada Raquel Muniz estariam sendo beneficiados de alguma forma na compra.

Ruy Muniz disse que a perseguição começou após a operação Desiderato, quando ele denunciou ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal que eles estavam sendo parciais, que os gestores dos hospitais não podiam ser inocentados e deviam, sim, ser investigados.

Até junho do ano passado não havia nenhuma ação contra mim. Nesta época, a CPI de Órteses e Próteses veio a Montes Claros, quando eu critiquei a atitude das autoridades federais em isentar os gestores dos hospitais durante a operação Desiderato, que prendeu alguns médicos. A partir deste ato, tudo mudou. Começou uma perseguição sem precedentes. Os aparelhos, que foram comprados legalmente, foram retidos no porto de Santos sem nenhuma explicação lógica dada a nós e também à empresa exportadora – disse o prefeito.

Muniz diz que se tiver Justiça nesse país, o delegado da Receita Federal, Gilmar Silva, vai ser demitido e argumentou que não pode haver crime maior do que usar o poder público para prejudicar as pessoas. Destacou que, com a ação em foco, o maior prejudicado não é ele e nem sua esposa Raquel Muniz, “mas o povo de Montes Claros”, em função da importância que os equipamentos têm para o Hospital das Clínicas, erguido e equipado pela Rede Soebras por R$ 50 milhões para atender toda a demanda regional.

Muniz disse que a apreensão dos equipamentos é resultado da falta de experiência da Receita Federal.

Eles estão acostumados a emitir CPF, trabalhar com Imposto de Renda e têm pouca experiência com importação. Esta é uma das primeiras situações em que atuam – destacou.

Ruy Muniz garantiu que vai continuar tomando todas as providências necessárias para anular a decisão, que foram interpostos os recursos administrativos e judiciais cabíveis, lamentando que os mesmos não tenham sido julgados ainda, em face à lentidão da Justiça. Por outro lado, disse esperar que os equipamentos doados pela Receita Federal sejam bem utilizados e que possam de fato atender a população de Montes Claros.

Existe corrupção no Executivo, no Legislativo, mas existe também no Ministério Público, no Poder Judiciário – salientou em tom de desabafo, argumentando que não entra nesse jogo e que, se tivesse entrado, teria ganhado.

Vamos ganhar na moral porque o bem sempre vence o mal – prosseguiu em tom de desabafo, lembrando que o Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira não tem um centavo de dinheiro público, a despeito de contar com16 salas cirúrgicas e 110 leitos de CTI, mais que todas as unidades hospitalares de Montes Claros juntas.

O prefeito disse que todo o seu patrimônio foi erguido depois de 34 anos de trabalho árduo, chegando aos dias atuais a 47 unidades de ensino, com mais de 100 mil alunos.

Em todo o país, temos nove mil funcionários, sendo mais de dois mil no Norte de Minas. Apesar da crise, em 2015, o Grupo Soebras faturou mais de 500 milhões de reais e, para esse ano, devemos experimentar um crescimento superior a 20% – destacou o prefeito Ruy Muniz, para quem esses números vitoriosos incomodam muita gente.

Montes Claros - Ruy Muniz diz, "Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade"
Montes Claros – Ruy Muniz diz, “Apreensão de equipamentos tira o acesso da população à saúde de qualidade”

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Em relação ao Hospital Mário Ribeiro, Muniz diz que o atendimento será realizado, independentemente dos materiais apreendidos, e que as adequações já estão sendo feitas para que a população possa ser assistida, através de um plano social.

Já temos duas salas cirúrgicas funcionando e estamos concluindo mais sete, totalizando nove unidades com todo equipamento e tecnologia necessários. São 20 leitos de CTI adulto e 10 neonatal, maternidade e bloco obstétrico com 05 salas – anuncia.

RECURSO

O prefeito falou ainda que medidas judiciais já estão sendo tomadas para reaver os aparelhos apreendidos que já estão no HU.No momento, há duas ações em Brasília e há também um recurso administrativo. Sei que a boa Justiça nos dará ganho de causa. Até lá, espero que estes aparelhos sejam bem aproveitados no HU. São aparelhos feitos sob medida para o Hospital Mário Ribeiro, com tecnologia de ponta, para atender a população com a qualidade que ela merece.Sempre primamos por isso. Se o destino dado a esses equipamento for realmente ajudar a saúde da região, nosso objetivo foi alcançado – ressalta Muniz.

A deputada Raquel Muniz disse que a ação da Receita teve intenção política. Ela também falou sobre a medida dos aparelhos, que são específicos para o Hospital Mário Ribeiro.

Há 16 aparelhos para blocos cirúrgicos, mas o HU possui apenas cinco blocos. Há ainda muitos outros aparelhos, não sei o que eles vão fazer. É um absurdo que os aparelhos sejam retirados de um hospital como o HC, que possui uma estrutura encontrada em poucos lugares do Brasil – disse a deputada.

Em relação ao destino dos equipamentos, a assessoria de comunicação do Hospital Universitário Clemente de Faria, que é mantido pela Universidade Estadual de Montes Claros, informou que eles foram doados pela Receita Federal ao HU e que estes serão acondicionados, para que possam ser utilizados futuramente.

HOSPITAL MÁRIO RIBEIRO

O Hospital 100% SUS funciona com dois blocos cirúrgicos e 26 leitos, além do Centro de Referência em Oftalmologia Professor Hilton Rocha, parceiro da Fundação Hilton Rocha, em Belo Horizonte, que é maior Hospital de Olhos da América Latina. O Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira tem capacidade total para 200 leitos, CTI, 16 salas cirúrgicas, centro de diagnóstico por imagem para realização de tomografia, ressonância, raio x e endoscopia.
RUY MUNIZ DESABAFA NAS REDES SOCIAIS
Todos contra a MÁFIA DA SAÚDE

Há quase dois anos, eu, Raquel e o diretor do Hospital Mário Ribeiro, Jonathan Rodrigues, estivemos na Alemanha comprando equipamentos para o hospital. Foram 9 milhões de reais em material de alta tecnologia.

Tudo seria pago só depois de instalado. Três mil cirurgias seriam realizadas por mês, de graça. Dinheiro da Soebras, nenhum centavo de verba da Prefeitura, do Pimentel ou da Dilma. Dinheiro da Associação para beneficiar toda o Norte de Minas e a comunidade acadêmica da Funorte.

Os equipamentos comprados pela Soebras e pela Amas, que nunca teve qualquer relação com a Prefeitura, iriam melhorar a saúde da nossa cidade. Desafogar os corredores. Mas não é isso que a “Máfia da Saúde” quer. Eles querem que tudo continue como sempre foi: um caos.

Os “donos da saúde” sempre defenderam os próprios interesses e lucros, não se importando em nada com a população. Lucram com o caos da saúde. Descaso praticado debaixo das barbas da Justiça e das autoridades. Eu denunciei o esquema e cobrei do Ministério Público e da Polícia Federal uma ação.

Eles não gostaram do “puxão de orelha” em público. Prenderam meia dúzia de pessoas, soltaram e nada mudou! A saúde nos hospitais continua de mal a pior, e nada ė efeito. Essa gente sobrevive e fica rico é com a desgraça e com a doença de quem precisa!

Sei que mexi num vespeiro e sabia das consequências. Eles disseram que iriam me retaliar, me perseguir e me “enterrar vivo de cabeça pra baixo”. Para isso contaram com a má fé da Receita Federal, que impediu que os equipamentos que vieram da Alemanha fossem instalados no Hospital Mário Ribeiro.

Essa atitude não me trouxe nenhum centavo de prejuízo. Os nove milhões só seriam pagos quando tudo estivesse instalado. Quem está pagando o preço alto diante de tanto mau caratismo da Máfia da Saúde e da politicagem é o cidadão. Os moradores é que sofrem com as filas nos hospitais.

Agora o que mais me deixa indignado é que os equipamentos foram entregues no Hospital da Unimontes vão continuar encaixotados. O próprio HU reconhece que não têm espaço físico para instalação nem pessoal capacitado para usá-los.

Minha gente, se até hoje os equipamentos de hemodiálise não estão funcionando no HU, o que dirá destes que chegaram sob medida para o Hospital Mário Ribeiro? Pensem no descaso e na irresponsabilidade deste pessoal!

Eu estaria feliz se soubesse que os equipamentos seriam usados imediatamente. Não me importaria até mesmo de ter sido vítima desta perseguição e politicagem. Montes Claros iria sair ganhando do mesmo jeito. Só que não é isso que vai acontecer, infelizmente.

Quantas pessoas morrem por falta de cirurgia e atendimento? Se estivessem instalados no Mário Ribeiro, já estariam atendendo, no mínimo, três mil pessoas por mês. Tentaram atingir Ruy, mas feriram de morte toda Montes Claros, todo o Norte de Minas.

Mas em meio a tantas notícias ruim: venho anunciar uma boa. Boa não, excelente! A Soebras vai comprar novos equipamentos para o Hospital Mário Ribeiro. E desta vez, vamos nos proteger da maldade e da perseguição da Máfia da Saúde e da Receita Federal.

Meu campeão, minha campeã, sou tão abençoado, que Deus me protege de todo mal e me dá a força necessária para continuar lutando e transformando Montes Claros. Estamos no caminho certo, vamos acabar com a Máfia da Saúde e toda sujeira que envolve as autoridades em nossa cidade.

Conto com você!

Como sempre diz Raquel:

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Nova música de …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).