Inicio » Colunistas » José de Paiva Netto » Coluna do Paiva Netto – Einstein e a religião cósmica

Coluna do Paiva Netto – Einstein e a religião cósmica


Reviewed by:
Rating:
5
On 27 de fevereiro de 2016
Last modified:27 de fevereiro de 2016

Summary:

Coluna do Paiva Netto - Einstein e a religião cósmica

 

Desde a monera, a razão não deslindou em essência os mistérios que afligem a Humanidade. Entretanto, a Religião não satisfez de todo a fome de luz do mundo. Necessário se faz entender que uma não poderá cumprir à perfeição o seu labor sem o auxílio da outra.

Refletindo sobre essa fundamental parceria, concluiu Albert Einstein (1879-1955): “(…) Eu afirmo com todo o vigor que a religião cósmica é o móvel mais poderoso e mais generoso da pesquisa científica. Somente aquele que pode avaliar os gigantescos esforços e, antes de tudo, a paixão sem os quais as criações intelectuais científicas inovadoras não existiriam pode pesar a força do sentimento… 

Continue lendo o artigo

Einstein e a religião cósmica

Por José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor

José de Paiva Netto
José de Paiva Netto

O Boticário

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).