Inicio » Últimas » Vôlei – Força coletiva e regularidade são trunfos do Montes Claros Vôlei na jornada dupla no RS‏

Vôlei – Força coletiva e regularidade são trunfos do Montes Claros Vôlei na jornada dupla no RS‏

 

Depois de fazer o dever de casa e garantir a suada vaga nos playoffs, vencendo o Canoas de virada por 3-1, o Montes Claros Vôlei tem ainda três últimos embates pelo returno.

Vôlei - Força coletiva e regularidade são trunfos do Montes Claros Vôlei na jornada dupla no RS‏ - Foto: Lully Mel /MCV
Vôlei – Força coletiva e regularidade são trunfos do Montes Claros Vôlei na jornada dupla no RS‏ – Foto: Lully Mel /MCV

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Na 5ª posição, com 32 pontos e 12 vitórias, o Pequi Atômico quer manter a constante na reta final da fase de classificação. As rodadas que seguirão a partir desta quinta-feira (3/3) prometem movimentar a Superliga Nacional. Isso porque, na ponta inferior da tabela, pelo menos três equipes ainda brigam por uma vaga nos playoffs.

O Voleimoc tem a sequência de dois confrontos no Sul do país. A equipe de Talmo de Oliveira enfrenta o compacto Vôleisul/Paquetá Esportes, na noite desta quinta-feira (3), às 20h, no ginásio da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, e no sábado (5/3), às 20h, pega a sólida equipe de Bento Vôlei/Isabela. Apesar de antecipar a classificação, a equipe mantém o foco na perspectiva de vitórias sempre. Não há espaço para pessimismo. Pelo contrário! 

O returno da equipe norte-mineira está desenhado assim: 8 jogos, 5 vitórias e três derrotas. A máxima de que a coletividade é determinante para os bons resultados sugerida por Marcelinho Ramos reverbera na equipe conduzida por Talmo.  O jovem Kadu e o experiente e multicampeão André Nascimento, na saída de rede, têm desempenhado papel importante para a manutenção dessa regularidade, que é sustentada, principalmente, pela evolução da defesa atenciosa de Kachel e Gianzinho, bem como dos passadores. Um pedido constante do técnico nos treinos táticos no Tancredo Neves, não há dúvida que o passe de qualidade evoluiu bastante nos últimos jogos. As estatísticas da equipe apontam para isso.

Em busca da regularidade 

O Montes Claros Vôlei, apesar de ter sofrido uma baixa com a saída do técnico Marcelinho Ramos por problemas de saúde – substituído por Talmo de Oliveira – vive, contudo, um dos melhores momentos na competição.  A regularidade nos pontos decisivos e a versatilidade de atletas no banco de reserva têm sido pontuais para esta evolução. Regularidade que é percebida não apenas no returno, mas no histórico do elenco na competição. Veremos.

“Buscamos constantemente a regularidade. Todos os atletas têm que estar preparados para revezarmos. No momento em que um atleta não estiver bem, vamos ter outros que vão entrar e dar conta do recado. Temos tido uma regularidade boa de saque, poucos erros. Se conseguirmos evoluir nesses fundamentos, continuar com essa pegada, pra gente vai ser bom”, projeta Talmo.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

No último confronto entre mineiros e gaúchos pela Superliga, no dia 10 de dezembro de 2015, os montes-clarenses se saíram melhor e venceram por 3-1. O garoto Kadu, na ocasião, foi eleito o melhor em quadra, com 16 pontos. “O próximo jogo é sempre o mais difícil”, define Talmo de Oliveira.

Por Andrey Librelon

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).