Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Agropecuaristas e Emater discutem agenda produtiva para a região

Montes Claros – Agropecuaristas e Emater discutem agenda produtiva para a região

 

O encontro será realizado, a partir das 13h, na UFMG, com a presença do presidente da empresa, Amarildo Kalil.

A produção de frutas é um dos temas da nova agenda estratégica da Emater
A produção de frutas é um dos temas da nova agenda estratégica da Emater

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Representantes de diversos setores ligados à agropecuária e técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) vão se reunir em Montes Claros, nesta quarta-feira (09), para discutir as estratégias do trabalho da empresa, na região. O encontro será realizado, a partir das 13h, na UFMG, com a presença do presidente da empresa, Amarildo Kalil.

Ao todo, a empresa realizará sete encontros no Estado para divulgar os temas de sua nova agenda estratégica. O objetivo é regionalizar as prioridades das ações da Emater, em cada região do Estado. E o encontro de Montes Claros será o quarto da série de eventos regionais.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Segundo o gerente do Departamento Técnico da Emater, Leonardo Kalil, será um momento de troca com esses grupos para sugestões que possam ser incorporadas aos temas da nova agenda, levando-se em conta as necessidades e demandas específicas de cada região do Estado.

– Será o momento de colher contribuições desses parceiros que serão sistematizadas e servirão de base para construção de nossos programas regionalizados, até meados de junho. Isso vai focar e dar mais efetividade às nossas ações – explica Kalil.

Para o gerente, a Emater não pode atuar sozinha, pois as suas ações têm o caráter de trabalho social com o envolvimento da comunidade.

– Temos uma rede colaborativa muito extensa e nosso trabalho depende de parcerias para vencer os desafios – argumenta. Como exemplos desses desafios que podem ter ações regionalizadas, o gerente cita a crise hídrica, no Norte do Estado ou a produção café no Sul mineiro.

A nova agenda estratégica da Emater é composta de oito temas como: Cadeia de Valor de Café; Cadeia de Valor da Bovinocultura; Produção de Frutas, Hortaliças e Pequenos Animais; Agroecologia; Inclusão Produtiva e Erradicação da Pobreza; Segurança Hídrica e Sustentabilidade Ambiental; Juventude Rural e Sucessão na Agricultura Familiar; além de Comercialização e Gestão.

Essa agenda, de acordo a gerente de Divisão de Programas e Projetos do Detec, Maria Auxiliadora Tavares, é fruto de negociação da empresa, em maio de 2015, com os governos federal e estadual que, posteriormente, tiveram o apoio de movimentos sociais, ONGS, organizações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e representantes de agricultores familiares.

Agora vamos construir a identidade das agendas nas regiões do Estado – arremata.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).