Inicio » Montes Claros » Montes Claros – A cidade de Montes Claros teve aumento dos casos de Violência contra a Mulher

Montes Claros – A cidade de Montes Claros teve aumento dos casos de Violência contra a Mulher

 

A cidade de Montes Claros apresentou aumento dos casos de violência contra a mulher no ano de 2015, segundo dados apresentados pelo tenente-coronel Ederson da Cruz Pereira, comandante do 10º Batalhão da Policia Militar, durante palestra no Lions Clube Montes Claros Sertanejo, que comemorou o Dia da Mulher.

O comandante Edeeson Cruz, a defensora Maisa Rodrigues e os diretores do Lions - Foto: Felinto Vieira
O comandante Edeeson Cruz, a defensora Maisa Rodrigues e os diretores do Lions – Foto: Felinto Vieira

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Foram 2.711 casos registrados no ano passado, contra os 2.476 no ano de 2014. Na sua concepção, permite-se fazer duas leituras: ocorreu maior quantidade de boletins de ocorrências por que as mulheres se sentiram mais seguras em acionar as instituições que atuam em defesa das mulheres; ou então de que ocorreu maior quantidade de casos de violências.

Na abertura dos trabalhos, a estudante marista Pollyana Lacerda Cruz, 15 anos, leu um poema de sua autoria, que aborda a violência contra a mulher. Na sua palestra, o comandante mostrou que nos últimos cinco anos, foram registrados 13.510 boletins de ocorrências onde as mulheres foram vitimas de violência, seja física, psicológica ou moral. A sua palestra se baseou em pesquisa que realizou pela Universidade Estadual de Montes Claros, no período de 2011 a 2014, quando foram registrados 10.799 boletins de ocorrências, onde 8.421 mulheres se apresentaram como vitimas da violência. 1.406 mulheres foram vitimas de duas a cinco vezes e 6.963 mulheres apenas uma vez. Porém, 45 mulheres foram agredidas de seis a 10 vezes e sete, de 11 a 15 vezes.

Um dado que chamou a atenção do comandante Ederson da Cruz Pereira é que oito mulheres foram assassinados e 15 sofreram tentativas de homicídios. Dessas 23 mulheres, 13 já tinham acionado a Policia de duas a cinco vezes, em 38 ocorrências, como se estivessem pedindo socorro. Como não receberam o respaldo necessário, acabaram assassinadas ou mesmo vitimas de tentativas de homicídios. Dos casos de violência em Montes Claros, 21,09% ocorreram no domingo e 17,13% no sábado. 22,39% dos casos foram das 18 às 21 horas e 20,75 das 21 às 23 horas. Ai ocorre a surpresa: nesses dias e horárias, a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher está fechada.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O tenente-coronel Ederson da Cruz Pereira pediu que a sociedade civil faça articulação para convencer o Estado a manter a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher funcionando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, pois ela sequer tem realizado flagrantes. Como a DEAM funciona apenas no horário comercial, todos casos de violência contra a mulher são levados para o Plantão Policial, na rua Doutor Veloso, onde as vitimas passam pelo constrangimento de dividirem espaço com outros tipos de criminosos e ainda ficam sem qualquer proteção especial.

A coordenadora do Nucleo de Defesa da Mulher da Defensoria Pública de Montes Claros, Maisa Rodrigues, reforçou o pleito para que a sociedade civil crie mecanismos de proteção as mulheres, pois afirma que a violência psicológica, emocional e moral é maior do que a violência física. Ela afirma que se a principio a criação da Delegacia da Mulher foi uma conquista, tem momentos que acaba sendo um retrocesso, pois não faz os flagrantes dos casos de violência e ainda não mantém o autor preso. Essa situação, segundo ela, inibe as mulheres a fazerem denuncias.

O presidente do Lions Clube Montes Claros Sertanejo, Jefferson Tolentino Trindade acatou a sugestão do comandante militar e anunciou que estará articulando uma reunião com as principais entidades de classes como OAB, Maçonaria, Rotary, Elos, para discutir estratégias de ações que culminem com um apelo ao Estado para ampliar os serviços da Delegacia da Mulher. Ele designou a Companheira Leão, Angela Maria Nunes de Oliveira, que representa o Lions Clube no Conselho da Mulher, para organizar esse evento.

Por Girleno Alencar

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).