Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Falha primeiro transplante de útero dos EUA

Saúde – Falha primeiro transplante de útero dos EUA

 

O primeiro transplante de útero realizado nos Estados Unidos deu errado depois que a receptora sofreu complicações que fizeram com que os médicos removessem o órgão – informou a Cleveland Clinic nesta quarta-feira (9).

Hospital lamentou a complicação repentina da paciente que necessitou a retirada do útero transplantado
Hospital lamentou a complicação repentina da paciente que necessitou a retirada do útero transplantado

PUBLICIDADE

///////////////////////////

“Lamentamos informar que nossa paciente, Lindsey, teve uma complicação repentina que necessitou a retirada do útero transplantado”, disse o hospital em declaração.

Ela estava “indo bem” e “se recuperando” depois da cirurgia para remoção do órgão, segundo a instituição, que não deu maiores detalhes.

Em 25 de fevereiro, a mulher recebeu um útero de uma doadora de 30 anos que havia dado à luz previamente e morreu de forma repentina, informaram os médicos da Clínica de Cleveland, em Ohio (nordeste). A cirurgia levou nove horas.

Na segunda-feira (7), a equipe médica concedeu uma coletiva de imprensa ao lado de Lindsay, de 26 anos, que apareceu sorrindo.

O hospital afirmou que está avaliando as causas para o fracasso do transplante, e disse que seus testes clínicos – cujo objetivo é realizar transplantes de útero em 10 mulheres – vão continuar.

A universidade de Gotemburgo, na Suécia, conseguiu realizar o primeiro transplante de útero em 2013.

A receptora deu à luz a primeira criança concebida após um transplante de útero em setembro de 2014.

A equipe de médicos sueca conseguiu realizar transplantes bem-sucedidas em quatro mulheres até hoje.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O transplante é temporário, com o objetivo de possibilitar que as mulheres possam engravidar de até duas crianças num período de cinco anos.

O útero transplantado deve então ser removido para evitar a longa exposição a drogas destinadas a impedir que os corpos das mulheres rejeitem os órgãos transplantados.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).