Inicio » Cultura NM » Cultura NM – O Norte de Minas estará presente na Feira Mineira de Artesanato em São João Del Rei

Cultura NM – O Norte de Minas estará presente na Feira Mineira de Artesanato em São João Del Rei

A beleza e a riqueza da arte que nasce das mãos dos artesãos do  Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha estarão presentes, mais uma vez, na Feira Mineira de Artesanato, em São João Del Rei, que terá sua 12ª edição entre os dias 24 e 27 de março, período da Semana Santa.

Cultura NM -  O Norte de Minas estará presente na Feira Mineira de Artesanato em São João Del Rei
Cultura NM – O Norte de Minas estará presente na Feira Mineira de Artesanato em São João Del Rei

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A expectativa, segundo a organização do evento, é que a cidade receba, durante os quatro dias de feira e festividades religiosas, cerca de 30 mil visitantes, proporcionando aos artesãos a oportunidade de novos mercados, gerando negócios tanto com lojistas quanto com o público final.

A iniciativa é uma parceria das secretarias de estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), por meio de sua autarquia, o Idene, com o programa Artesanato em Movimento, e de Desenvolvimento Econômico (Sede), com a coordenação de Artesanato, além do SEBRAE/MG.

Entre os municípios participantes estão Turmalina, Chapada do Norte, Berilo, Minas Novas, Gouveia, Curvelo, Araçuaí, Bocaiúva, Taiobeiras, Montes Claros, Diamantina, Presidente Kubitschek, Padre Paraíso e Datas. 

O programa Artesanato em Movimento participa desde a 1ª edição da Feira Mineira de Artesanato em São João Del Rei, que completa 12 edições ininterruptas, sempre desenvolvendo ações que contribuem para o fomento e o aproveitamento das vocações regionais, geração de trabalho e renda e apoio ao artesão.

Segundo o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, além da criação de oportunidades para comercialização, o programa estimula a abertura de mercado, beneficiando centenas de artesãos. “Com esse apoio, é possível contribuir para o reforço da imagem e identidade do artesanato das regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais, que possui um grande potencial que precisa ser valorizado”, destaca.

Aos 24 anos, Daniele Aparecida Carvalho viu no artesanato uma oportunidade de crescer na vida e se profissionalizar. Sua atuação começou 2008 em uma cooperativa de Curvelo, beneficiada pelo programa Artesanato em Movimento, do Idene. No local, a atual estudante de administração colaborava em uma fábrica de caixas manuais. Um ano depois, foi promovida para o setor de administração, profissão que deverá atuar oficialmente dentro de um ano e meio. No espaço, ela ajuda a coordenar ações de outros artesãos que atuam com diferentes matérias primas como o ferro, doces artesanais, geleias, licores e bordados. “O artesanato é uma atividade socioeconômica muito importante, não só para Curvelo, mas para a região. Esperamos que a nossa participação no primeiro evento do ano seja muito lucrativa”, reforça. 

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Horários de Funcionamento da Feira:

Dia 24/03/16 (Quinta-feira) – 16h às 22h – 16h abertura oficial

Dia 25/03/16 (Sexta-feira) – 10h às 22h

Dia 26/03/16 (Sábado) – 10h às 22h

Dia 27/03/16 (Domingo) -10h às 19h

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).