Inicio » Mais Seções » Ciência » Uma taça de vinho equivale a uma hora na academia, diz estudo

Uma taça de vinho equivale a uma hora na academia, diz estudo

Pesquisadores vão fazer testes com o resveratrol em diabéticos.

Uma taça de vinho equivale a uma hora na academia, diz estudo
Uma taça de vinho equivale a uma hora na academia, diz estudo

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Ir para a academia ou tomar uma taça de vinho, eis a questão. Um estudo da Universidade Alberta, no Canadá, chegou a uma conclusão intrigante. Os pesquisadores encontraram resultados e efeitos no corpo equivalentes quando uma pessoa toma uma taça de vinho tinto e quando treina uma hora na academia.

A explicação estaria na alta quantidade de resveratrol existente na bebida. A substância é um poderoso antioxidante presente em alimentos como a casca e a semente da uva.

“O resveratrol pode simular um exercício ou potencializar os benefícios de alguma atividade que uma pessoa fisicamente incapacitada possa fazer”, defende Jason Dyck, diretor do Centro de Pesquisas Cardiovasculares da universidade e responsável pela pesquisa.

Entenda. O resveratrol é encontrado em algumas frutas, em nozes e no vinho tinto. Testes feitos com camundongos submetidos a suplementos de resveratrol combinados a exercícios mostraram um aumento dos efeitos benéficos da atividade física.

“Ficamos animados quando vimos que o resveratrol apresentou resultados semelhantes aos obtidos através de treinos intensos de resistência. Vimos imediatamente o potencial desses benefícios, e acreditamos ter descoberto uma forma de ampliar os efeitos benéficos da atividade física com uma pílula do composto”, explica Dyck.

A pesquisa. No levantamento descrito no “Journal of Physiology”, da instituição britânica The Physiological Society, dois grupos de camundongos foram submetidos às mesmas atividades físicas, sendo que um deles recebia suplementos do composto antioxidante. Após 12 semanas, o grupo que consumiu resveratrol apresentou um rendimento melhor em comparação às cobaias que apenas se exercitaram.

Agora, o grupo de pesquisadores vai começar a fazer testes com o resveratrol em portadores de diabetes com insuficiência cardíaca para ver se é possível melhorar a capacidade do coração desses pacientes. A pesquisa será financiada pelo Instituto de Diabetes de Alberta.

Não abuse. Ainda segundo a pesquisa, os benefícios do resveratrol são similares porque a substância ajuda a melhorar a performance física, aumenta os batimentos cardíacos e a força muscular. E, quando alguns amendoins ou nozes são somados à degustação do vinho, os efeitos se potencializam porque a substância também pode ser encontrada nesses alimentos.

Mas não pense que trocar o treino diário por uma taça de vinho pode ser um bom negócio. Os efeitos do resveratrol podem potencializar os benefícios dos exercícios feitos na academia, e a ideia é que a descoberta ajude pessoas com algum tipo de deficiência, que não podem praticar exercícios físicos.

“Não usamos o vinho tinto em nosso estudo para recomendar as pessoas a não irem para a academia”, disse o líder da pesquisa.

Branco ou tinto? Antes de escolher sua próxima garrafa, saiba que o vinho tinto e o produzido em climas mais frescos são aqueles que oferecem mais benefícios à saúde. O tinto contém mais resveratrol do que o branco – cuja casca, onde se concentra a substância –, é retirada das uvas ainda antes do processo de fermentação.

Coração e cérebro também se beneficiam

Quando ingerido com parcimônia, o vinho só traz benefícios à saúde. Entre as propriedades mais estudadas está o fator de prevenção de doenças cardiovasculares, que constituem a maior causa de mortes no mundo. A bebida também tem ação antiplaquetária, pois contribui para a redução dos níveis de lipídios e colesterol, agentes responsáveis pela formação de placas que obstruem as artérias. Além disso, é um vasodilatador, o que favorece a redução da pressão sanguínea. Essas duas características fazem do vinho um importante aliado contra o infarto. Já os polifenóis, em especial os flavonoides encontrados na uva, contribuem para acelerar o metabolismo, o que ajuda no controle do peso. Os mesmos componentes atuam na prevenção de doenças neurodegenerativas, como a demência. Esses compostos estão presentes também no suco de uva.

Para que os benefícios não se transformem em danos, a quantidade recomendada é de aproximadamente 400 ml de suco por dia. Para o vinho, atualmente se defende que os benefícios já podem ser garantidos com o consumo de uma taça (aproximadamente 100 ml), mas são recomendadas duas por dia, sempre junto com as refeições.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Hesiodo José

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.Coluna do Hesiodo …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).