Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Alguns alimentos podem fazer mal às crianças. Entenda

Saúde – Alguns alimentos podem fazer mal às crianças. Entenda

A alimentação, independentemente da faixa etária, tem relação direta com a saúde. Para que as crianças cresçam fortes e saudáveis, é fundamental, portanto, que o hábito de comer bem se inicie na infância. Nos 10 passos da alimentação saudável, o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria orientam hábitos alimentares simples – infelizmente cada vez mais distantes da mesa dos brasileiros – como o arroz e feijão, por exemplo, acompanhado de proteína (carne, ovo, frango ou peixe) e vegetais (verduras e legumes).

Biscoitos recheados são falsas opções saudáveis (Foto: Free Images)
Biscoitos recheados são falsas opções saudáveis (Foto: Free Images)

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Com a correria do dia a dia, os alimentos industrializados e processados parecem boas opções por serem práticos e muitos até parecem saudáveis e adequados para as crianças. No entanto, a maioria deles tem baixo valor nutritivo e quantidades altas de sódio, açúcar e outras substâncias que podem, a longo prazo, favorecer o aparecimento de doenças, como o câncer.

Nuggets, cereais matinais, sobremesas lácteas, entre outros alimentos, podem ser perigosos para a saúde.

Confira:

– O empanado de frango é uma mistura de partes do frango com farinha, leite em pó e aditivos alimentares como glutamato monossódico, e possui alto teor de sal e gordura.

– O peito de peru possui aditivos em sua composição, entre eles, nitritos e nitratos, substâncias químicas com potencial cancerígeno quando consumidas por longos períodos: “Este produto, aliás, difere muito pouco da salsicha”, diz Daniela Gomes, nutróloga e pediatra da comunidade médica online Saluspot.

– Outro alimento queridinho dos pequenos é a bisnaguinha. As crianças adoram, pois é macia e de pequeno tamanho, mas essa maciez é devido à presença de gordura hidrogenada, considerada ruim e relacionada ao aumento do colesterol e da obesidade. “Para substituir a bisnaguinha, muitas mães colocam barra de cereal na lancheira, mas a maioria das marcas tem alta quantidade de açúcar e sal e baixa quantidade de nutrientes”, explica Daniela.

A profissional ainda alerta: “O consumo elevado e em excesso de gêneros industrializados, ricos em gorduras, está relacionado com o comprometimento da saúde tanto na infância – quando são criados os hábitos alimentares – como na fase adulta. Oferecer alimentos menos processados e preparados em casa pode envolver menos riscos e permitir um crescimento equilibrado e saudável”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Os alimentos citados são só alguns exemplos de falsas opções saudáveis, sem esquecer o suco de caixinha, o leite de soja, os biscoitos recheados, o macarrão instantâneo… Fique de olho na alimentação dos pequenos e não se esqueça de consultar um pediatra e um nutricionista para adequar a dieta da criança de acordo com a idade e as necessidades de cada uma. Só assim elas irão crescer com saúde e energia de sobra!

Conteúdo de responsabilidade do patrocinador

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).