Inicio » Internacional » África » África começa a debater prevenção de doenças

África começa a debater prevenção de doenças

A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra nesta segunda-feira (04/04/2016) em debate num encontro internacional, em Bissau.
A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra em debate num encontro internacional, em Bissau
A criação de um centro de prevenção e controle de doenças para a África Ocidental, incluindo a luta contra o Ebola, entra em debate num encontro internacional, em Bissau

PUBLICIDADE

///////////////////////////

“O tema central tem a ver com a criação de um centro” que permita “a fácil mobilização de técnicos para apoiar países que enfrentam situações epidêmicas”, explicou à agência Lusa, Plácido Cardoso, diretor do Instituto Nacional de Saúde Pública (Inasa) da Guiné-Bissau.

O país sediará dia 8 próximo o 17º encontro de ministros da Saúde da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Cedeao).
O evento é precedido de outras reuniões que começam hoje com um encontro do setor de saúde dos diferentes países. Para terça e quarta-feiras, estão marcadas reuniões de perito em diferentes áreas.
Plácido Cardoso reconhece que o surto de Ebola, que afetou a região nos últimos dois anos, foi uma lição para todos os países da região – mesmo para a Guiné-Bissau, que não registrou nenhum caso, mas teve que colocar em prática diversas medidas de prevenção.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Um novo caso de Ebola foi identificado na Libéria na última semana, mais de dois meses após a proclamação oficial do fim da transmissão do vírus no país.
Poucos dias antes, o vírus da doença ressurgiu na vizinha Guiné-Conacri e já causou sete mortes. A última epidemia do vírus do Ebola teve início em dezembro de 2013 na floresta da Guiné-Conacri e espalhou-se para a Libéria e a Serra Leoa. Os três países concentraram mais de 99% das vítimas. O surto provocou 11.300 mortos.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

MG – Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.MG – Homem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).