Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Médico é acusado de abusar de paciente durante procedimento em Montes Claros

Montes Claros – Médico é acusado de abusar de paciente durante procedimento em Montes Claros

 

De acordo com as informações da Polícia, a vítima foi estuprada no consultório enquanto fazia um tratamento facial.

Montes Claros - Médico é acusado de abusar de paciente durante procedimento em Montes Claros
Montes Claros – Médico é acusado de abusar de paciente durante procedimento em Montes Claros

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Foi preso na tarde desta quarta-feira (06/04/2016) em Montes Claros, um médico dermatologista acusado de estuprar uma mulher de de 25 anos, no dia 17 de março.

Segundo a vítima, ela foi até o consultório do médico dermatologista Linton Wallis Figueiredo com o intuito de realizar um procedimento estético a laser.

O presunto autor do estupro, deu um comprimido que, segundo ele, era usado no  procedimento dermatológico.

Após a ingestão do comprimido, a vítima relatou ter dormido por quase 18 horas seguidas.

Ela relatou também ter sido levada para casa por uma prima. No dia seguinte, ainda de acordo com os relatos da vítima, ela sentiu “desconforto vaginal” e procurou um ginecologista, que a aconselhou procurar a polícia para denunciar o caso.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

O médico dermatologista foi preso pela Polícia Civil no consultório.

CONFUSÃO

Durante a prisão do suspeito houve ainda registro de confusões na porta da clínica. Bastante exaltado, um homem, que não quis ser identificado, agrediu com tapas o suspeito e precisou ser contidos por policiais. Segundo ele, o médico acusado seria o responsável por abusar de sua filha e de sua sobrinha. O homem chegou a receber voz de prisão por agressão, mas conseguiu sair do local.

Outro fato chamou a atenção durante a prisão. Um jornalista que fazia a cobertura do trabalho policial acabou detido. Ele é proprietário de um perfil no Facebook (Eventos Moc) onde são postadas notícias de Montes Claros e região e, segundo os policiais que efetuaram a detenção, teria cometido desacato a autoridade. Um procedimento administrativo deve ser aberto pela corporação para apurar a situação.

Conselho de Medicina instaura sindicância para apurar o caso

O Conselho de Medicina Regional de Montes Claros tomou conhecimento do caso pela imprensa e já abriu uma sindicância para apurar os fatos. “Nossa sindicância tem por finalidade iniciar a apuração das possíveis infrações médicas. Temos que ouvir o dermatologista e as denunciantes. Logo depois, o conselho abre um processo”, explicou o conselheiro Itagiba de Castro Filho.

De acordo com o médico, o suspeito tem 26 anos de profissão, se formou na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e se especializou em dermatologia. Até então, o conselho não havia recebido nenhuma denúncia contra o profissional.

“O conselho tem o maior interesse e obrigação de apurar com rigor essas denúncias de abuso sexual. O resultado da investigação policial é extremamente importante para o conselho levar adiante o processo”, contou Filho.

Terminada a apuração policial, o relatório do conselho é encaminhado a pelo menos 11 conselheiros. Se comprovados os crimes, a punição pode ser desde uma advertência até a cassação do registro. Caso a defesa consiga que o dermatologista responda o processo judicial em liberdade, ele pode voltar a atuar na área médica.

“Se ele for solto, enquanto as investigações correm, não há proibição para que ele volte a atender seus pacientes. Se ele ainda não é considerado culpado, não pode ser impedido de exercer sua profissão”, finalizou o conselheiro.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Acidente deixa uma pessoa morta na BR-251

Norte de Minas – Acidente deixa uma pessoa morta na BR-251

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



3 comentários

  1. MARCOS VINICIOS DE OLIVEIRA

    Nao acredito que ele tenha feito isso. Ele é um médico muito sério. Conheço seu trabalho e sua família. A clinica tem atendentes, a esposa dele trabalha como sua assistente. Ele é muito procurado, seu consultório esta sempre lotado. Não tem como uma pessoa ficar 20h dentro de um consultório com 50 pessoas do lado de fora para ser atendido.

  2. Tudo mentira!! Ele é uma pessoa muito séria e excelente profissional e sua esposa atua com ele em todos os procedimentos inclusive tbm para evitar essas acusações absurdas! É só apurar que tudo vai ser esclarecido!! Revoltada!!

  3. Nunca vi médico em Moc ser punido pelos seus erros, muito menos pelo CRM!

    Um médico sendo julgado por outro médico… sei no que vai dar: Pizza!

    Se for comprovado que o médico é um ESTUPRADOR, ele pode ser advertido pelo CRM; só isso?!