Inicio » Minas Gerais » Observatório Sismológico registra 15 tremores de terra em duas semanas em Minas Gerais

Observatório Sismológico registra 15 tremores de terra em duas semanas em Minas Gerais

Minas Gerais registrou 15 tremores de terra nas últimas duas semanas. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) não registrou danos em decorrência dos abalos.

MG - São registrados 15 tremores de terra em duas semanas em Minas Gerais
MG – São registrados 15 tremores de terra em duas semanas em Minas Gerais

PUBLICIDADE

///////////////////////////

De acordo com o Observatório Sismológico (Obsis) da Universidade de Brasília (UnB), os últimos abalos sísmicos aconteceram em Funilândia e Sete Lagoas, ambos na região Central, nesta segunda-feira (11/04/2016).

Conforme dados do instituto, o tremor mais forte foi sentido em Funilândia. Lá, o abalo foi de magnitude 3,5 e ocorreu às 8h55. Em Sete Lagoas, o epicentro aconteceu às 1h28 e foi de magnitude 1,7.

Segundo o Obsis, desde o último dia 24 de março, outros cinco tremores de terra ocorreram em Sete Lagoas. Além da cidade, a terra tremeu duas vezes em Pedro Leopoldo, uma em Funilândia, Cônego Marinho, Prudente de Morais, Januária, Itacarambi e Jaíba.

Sobre o Norte de Minas, o sismólogo George Sand França explicou que a região fica próximo de Montes Claros, que tem atividade sísmica ativa. “Falha geológica existe em todo o planeta. Porém, ela pode ser ativada, reativada ou inativa”.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Nova música de …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).