Inicio » Minas Gerais » MG – Número de óbitos por H1N1 em Minas Gerais chega a três

MG – Número de óbitos por H1N1 em Minas Gerais chega a três

A cidade de Lavras,  na região do Campo das Vertentes, é mais uma a confirmar por meio de exames laboratoriais uma morte por H1N1.

MG - Número de óbitos por H1N1 em Minas Gerais chega a três
MG – Número de óbitos por H1N1 em Minas Gerais chega a três

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O suspeito era um idoso de 65 anos que havia falecido no dia 29 de março. A confirmação foi dada pela Fundação Ezequiel Dias, que encaminhou o relatório para a cidade. Bom Sucesso, Macaia e Ingaí também tiveram casos confirmados.

Somando-se os dois óbitos de Frutal, no Triângulo Mineiro, agora são três os óbitos pelo H1N1 em Minas.

Em nota publicada no site da prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde fez questão frisar que o paciente fazia parte do grupo de risco, não somente pela idade mais avançado, mas por apresentar doenças de base como hipertensão e problemas cardíacos, além de ser fumante. Em 2015 ele recusou a imunização.

Em entrevista que faz parte do protocolo de controle, a filha elogiou o tratamento recebido na Unidade de Pronto Atendimento da cidade. Até o momento nenhum outro familiar apresenta sintomas da gripe e estão sendo monitorados.

O caso fez com que a cidade antecipasse a campanha de vacinação. A imunização começará na tarde desta quinta-feira (14). A cidade espera a chegada de 9 mil doses da vacina de um montante de 24 mil que serão distribuídas de acordo com os cronogramas da Secretaria de Estadio da Saúde e do Ministério da Saúde.

Do dia 15/04 até o dia 29/04, as vacinas serão aplicadas das 8h às 16h30, exceto aos sábados, domingos e feriados. E no dia 30 de abril, dia “D” da campanha de vacinação contra a H1N1, as doses serão aplicadas das 8h às 17h. As unidades do programa de Saúde da Família (PSF’s) Cruzeiro do Sul – PSF -13, Dona Wanda – PSF – 17 e o Centro de Saúde da Chacrinha também estarão abertos em horário de almoço, das 11h às 13h.

Grupos de risco

São considerados grupos de risco: gestantes; funcionários de saúde que trabalham diretamente com atendimento para influenza nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF’s), postos de saúde, Ambulatórios Médicos Especializados (AME’s), pronto-atendimentos e hospitais.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Também serão imunizadas as crianças de 6 meses e menores de 5 anos; mulheres até 45 dias pós-parto, idosos acima de 60 anos, doentes crônicos – pessoas com asma, cardiopatas, diabéticos, portadores de HIV e pacientes renais.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).