Inicio » Minas Gerais » MG – ONG cria em Minas 1ª reserva nacional para abrigar espécie aquática ameaçada de extinção

MG – ONG cria em Minas 1ª reserva nacional para abrigar espécie aquática ameaçada de extinção

A ONG Biodiversitas anunciou que criou em Minas Gerais o primeiro “santuário” para abrigar o cágado-de-hogei. A espécie, que se assemelha a uma tartaruga, está ameaçada de extinção e, segundo o Ibama, só é encontrada no Estado, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

No Brasil, cágado-de-hogei é encontrado em Minas, Rio e Espírito Santo
No Brasil, cágado-de-hogei é encontrado em Minas, Rio e Espírito Santo

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Conforme a ONG, a Reserva Ninho da Tartaruga fica às margens do rio Carangola, em Tombos, na Zona da Mata mineira, local que tem maior ocorrência da espécie. Ao todo são 6 quilômetros protegidos em uma área-chave para conservação do cágado.

O Ninho da Tartaruga tem cerca de 100 hectares, que foram adquiridos pela Fundação Biodiversitas com o apoio das instituições norte-americanas Rainforest Trust e da Turtle Survival Alliance.

A ONG também conta com a parceria do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Répteis e Anfíbios do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (RAN/ICMBio), do Centro de Estudos Ecológicos e Educação Ambiental (CECO) e da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) – Campus Carangola.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Plantão SAMU 09/12/2016

Montes Claros – Plantão SAMU 09/12/2016

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).