Inicio » Internacional » América » Número de mortos após terremoto no Equador sobe para 350

Número de mortos após terremoto no Equador sobe para 350


Reviewed by:
Rating:
5
On 18 de abril de 2016
Last modified:19 de abril de 2016

Summary:

Número de mortos após terremoto no Equador sobe para 350

Segundo o Instituto de Geofísica do Equador, 230 novos abalos foram registrados na noite de domingo (17), com magnitudes entre 3,5 e 6,1 e baixas profundidades.

Tremores foram sentidos nesse domingo
Tremores foram sentidos nesse domingo

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

O número de pessoas mortas após um forte terremoto de magnitude 7,8 no Equador aumentou para 350, de acordo com o ministro da Segurança do país, Cesar Navas, e tremores secundários continuam sendo sentidos. Segundo o Instituto de Geofísica do Equador, 230 novos abalos foram registrados na noite de domingo (17), com magnitudes entre 3,5 e 6,1 e baixas profundidades.

Navas afirmou à rede Teleamazonas que equipes de resgate continuam procurando vítimas e sobreviventes em prédios que desabaram. Durante a manhã desta segunda-feira, o instituto publicou na rede social Twitter vários posts cada vez que um novo tremor era registrado. A maioria deles está ocorrendo no Oceano Pacífico, perto de cidades costeiras bastante afetadas, como Pedernales e Manta.

A Cruz Vermelha Espanhola, que está atuando junto com a Cruz Vermelha Equatoriana, avalia que entre 70 mil e 100 mil pessoas podem precisar de assistência nas regiões mais afetadas, embora ainda não haja um cálculo exato. O grupo estima entre 3 mil e 5 mil a quantidade de pessoas que precisam de abrigo depois de suas casas terem sido destruídas.

O Boticário

///////////////////////////

O presidente do Equador, Rafael Correa, alertou que o número de vítimas fatais pode subir significativamente e que a quantidade de feridos soma mais de 2,5 mil.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).