Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Sedinor vai representar Governo de Minas em Conferência Nacional

Norte de Minas – Sedinor vai representar Governo de Minas em Conferência Nacional

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Sedinor, por meio de seu órgão executor, o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Idene, será um dos representantes do Governo de Minas Gerais na 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (2ª CNATER). O evento será realizado em Brasília/DF, entre os dias 31 de maio e 3 de junho. 

Norte de Minas - Sedinor vai representar Governo de Minas em Conferência Nacional
Norte de Minas – Sedinor vai representar Governo de Minas em Conferência Nacional

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A assessora técnica da Sedinor Silvia Contreras foi eleita delegada estadual em votação realizada durante a 2ª Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais, em Caeté. No evento, foram definidos os 42 delegados que representarão Minas Gerais em Brasília.

Silvia explica que a Conferência discute três eixos principais: o primeiro relaciona-se ao fortalecimento institucional, estruturação, gestão, financiamento e participação social; o segundo trata a Ater (Assessoria Técnica e Extensão Rural) e as políticas públicas para Agricultura Familiar; e o terceiro analisa a formação e construção de conhecimento na Ater. “A participação do Idene na Conferência é essencial, já que o Instituto lida diretamente com o segundo eixo discutido, estando presente nas regiões mais precárias do Estado, acompanhando o dia a dia dos agricultores familiares e procurando recursos para melhorar a qualidade de vida dessa população”, ressalta a assessora.

Na conferência nacional, Minas Gerais vai apresentar cerca de dez propostas estruturadas durante a conferência estadual. O evento realizado em Caeté, na semana passada, teve a participação de 248 delegados territoriais, definidos em conferências menores realizadas em cada região do estado, e convidados, como os representantes do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável de Minas Gerais – Cedraf-MG. Cada delegado territorial trouxe uma lista de propostas concretizadas nas conferencias regionais. De acordo com Silvia, foi preciso muito trabalho e diálogo para sintetizar tudo e estruturar as sugestões que seguem para Brasília.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Além de Silvia, o Idene teve mais dois representantes na conferência estadual. O gerente regional de Salinas, Norte de Minas, Milton Reis, e o assessor técnico da regional do Rio Doce Márcio Geraldo Rodrigues são delegados territoriais de suas respectivas regiões.

Além do Sistema Sedinor/Idene, seguem representando o Governo do Estado de Minas Gerais na conferência nacional a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – Emater-MG, com oito delegados,  e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – Epamig, com um delegado. Os outros delegados estaduais representam ONGs, grupos de jovens rurais, povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).