Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Depois de alguns dias de folga em Brasília, estou de volta para contar lorotas, pois neste Brasil varonil quem não conta lorotas ouve potocas. Jantei, ou tentei jantar dia desses com o Presidente da Câmara Eduardo Cunha e creio que em todo o pais a única coluna que detém o poder é esta que vos educa todos os dias. A noite estava quente, e o restaurante que não posso revelar o nome, mas fica próximo ao lago Paranoá estava reservado para Claudia Cruz, esposa do digníssimo fazer uma festa surpresa para um ex-amante primo de Fernandinho Beira-Mar. As pessoas iam chegando e nós dois eu e o Cunha sentados numa mesa de frutas, ele tomava whyski com Sarcopent e eu cerveja e pinga curraleira que levei na bolsa, não quis que ele pagasse a conta, tenho medo do Juiz Moro. Bem, quando Cunha já estava falando inglês e com a calça mijada, comecei a indagá-lo.

Eu: Presidente desculpe, mas não J.J Simpson, meu nome é Hesíodo José e sou da cidade de Montes Claros, vim diretamente para entrevistá-lo!

Cunha: Acha que me enganou, desde o inicio sabia quem era você leio sua coluna, e no mais seu prefeito Ruy Muniz é meu parça! Olha aqui sua carteira!

Eu: Deputado, mas o senhor bateu minha carteira e eu nem notei, como se faz isso?

Cunha: AHAHAHAHA! Pergunte ao Ruy Muniz, aprendi com ele!

Eu: Deputado o senhor me desculpe, mas a nossa entrevista termina aqui, tenho medo de aparecer na revista veja ao seu lado!

Cunha: Então some porra, vá tomar no seu cú!

Eu: Vá o senhor Deputado, o senhor e sua turma de canalhas, seu corno, vou espalhar que estive em um restaurante fechado para a mulher do Presidente da Câmara dos Deputados dar uma festa surpresa para o amante que estava na cadeia!

Cunha: Fala seu bosta, quem vai acreditar em você! Até a policia Federal eu engano quem dirá um Zé Ruela da cidade de Raquel Sim, sim, sim! Ahahahahahahahahahhaha!

Eu: Vá se fuder Cunha do caralho!

Com medo de ser perseguido e assassinado pelos seguranças, sai pelos fundos enquanto ele foi ao banheiro, aproveitei e cuspi no copo de bebida que ele tomava. E fui ao Palácio do Jaburu falar com Temer, mas logicamente sem hora marcada fui impedido violentamente de me aproximar. Então corri para a rodoviária, mas o ultimo ônibus que sairia logo mais estava lotado de manifestantes, mesmo assim tentei vir escondido, só que fui descoberto… Foi por isso que acordei na Santa Casa.

Raquel em Alta

De acordo com a coluna da Fabíola Reipert aquela fofoqueira da TV, com a popularidade de Raquel Muniz, uma revista masculina estuda convidá-la para pousar nua. Já Ruy Muniz promete se converter ao Estado Islâmico e detonar todos os seus inimigos.

Riso da Hora

Tadeu encontra Ruy Muniz no restaurante da cadeia e diz: 
Matei o cachorro que você me deu. 
o Ruy diz assombrado:
Tadeu seu porra, você matou um pastor alemão caríssimo que eu trouxe junto dos materiais hospitalares importados? Porque matou ele?  Calma Ruy, você esta preso ainda, sem apelação, ontem de noite eu vi um vulto no muro e sai com ele lá fora, quando eu gritei:
PEGA LADRÃO!O desgraçado avançou em mim e só não me matou por sorte! Ai eu falei com o segurança, passa fogo que deve ser investigador! 

Fica assim, amanhã tem mais.

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

MG – Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.MG – Homem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).