Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Abatedouro móvel pode proporcionar carne saudável à população‏

Montes Claros – Abatedouro móvel pode proporcionar carne saudável à população‏

Os abates clandestinos avícolas, suínos e bovinos podem estar com os dias contatos em Montes Claros, medida que vai beneficiar a população, regularizando a situação sanitária, proporcionando carne saudável e sem riscos de contaminações.

Montes Claros - Abatedouro móvel pode proporcionar carne saudável à população‏
Montes Claros – Abatedouro móvel pode proporcionar carne saudável à população

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O assunto foi tema de reunião, na tarde de segunda-feira (25), entre representantes da Secretaria Municipal de Agricultura e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). A proposta é viabilizar um consórcio entre municípios para aquisição de um abatedouro móvel e construção de bases fixas nas cidades participantes, para viabilização do projeto, que já funciona de forma eficiente no Brasil, tendo como pioneiro o estado de Santa Catarina. A medida consiste na adaptação de carretas para abates itinerantes, ao custo total de R$ 1,2 milhão, com significativa economia para produtores e consequente garantia de mais saúde e qualidade de vida aos consumidores.

O assunto continuará em pauta, durante os próximos dias, para acelerar o processo e formalizar de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Para tanto, a Prefeitura, através da Secretaria, via Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e Vigilância Sanitária, vai convidar representantes do Ministério Público, IMA, Polícia  do Meio Ambiente e produtores para  um consenso. Também faz parte da estratégia municipal conscientizar a população sobre a necessidade de acabar com os abates clandestinos e, para tanto, a Prefeitura  considera  de suma importância o envolvimento comunitário.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A segurança alimentar é prioridade em Montes Claros, tendo em vista que a cidade é polo regional, com cerca de 400 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Deste total, cerca de 20 mil pessoas residem na zona rural, dos quais 90 por cento são agricultores familiares e que também seriam beneficiados, uma vez que o projeto incentiva a produção, dando condições de comercialização junto aos Programas Nacional de Alimentação Escolar (Penae) e de Aquisição de Alimentos (PAA), que são responsáveis pelo abastecimento de instituições e entidades diversas.

O coordenador regional do IMA, Marco Túlio  Pelaquim destaca  que o tema é polêmico, mas exige medidas enérgicas, emergenciais e pontuais, com estrutura adequada para sua viabilização. Lembrou que o órgão está à disposição e empenhado nesta questão, tendo em vista que atualmente os consumidores correm riscos de contaminação, pois os produtos à disposição no mercado não correspondem às expectativas legais. “Somos parceiros desta proposta e estamos à disposição para viabilizar o projeto”, afirmou.

O secretário de Agropecuária e Abastecimento, Antônio Henrique Sapori, destacou que projeto neste sentido já foi elaborado pela Prefeitura e que o primeiro passo será estruturar o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para, em seguida, formar as parcerias que certamente serão de sucesso. O secretário está empenhado no sentido de atender aos anseios da comunidade consumidora e dos produtores, na tentativa de consenso  e na expectativa de oferecer condições ideais para os abates e, consequentemente, carne de qualidade  e saudável à população.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Nova música de …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).