Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Servidores da Unimontes entram em greve a partir de maio

Montes Claros – Servidores da Unimontes entram em greve a partir de maio

A greve deverá afetar todos os campi da Universidade, além do Hospital Universitário Clemente de Faria.
Montes Claros - Servidores da Unimontes entram em greve a partir de maio
Montes Claros – Servidores da Unimontes entram em greve a partir de maio

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Após entrarem em estado de greve e depois de tentativas de negociação, os servidores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) decidiram, em assembleia realizada nesta terça-feira (26), entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 02 de maio.

A greve deverá afetar todos os campi da Universidade, além do Hospital Universitário Clemente de Faria. A greve será iniciada, ainda, por servidores da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG).

Aqui e Montes Claros, cerca de 1.500 servidores deverão paralisar as atividades. De acordo com a coordenadora do Sind-saúde na região, Carmen Lúcia Freitas Freitas Ventura, o Estado não incorporou a gratificação ao salário-base dos servidores, acordo que havia sido feito em 2015. Ainda segundo a coordenadora, após a saída dos servidores da Lei 100, o trabalho foi redistribuído entre os demais servidores, sobrecarregando os trabalhos.

O governo havia acertado a incorporação das gratificações, mas elas não foram feitas para os servidores da saúde da Unimontes. Tem muita gente só esperando que isso seja cumprido para aposentar. Além disso, as condições de trabalho precisam ser melhoradas em vário locais.

Uma das preocupações é com relação ao atendimento no Hospital Universitário Clemente de Faria, o que poderia agravar ainda mais a crise na saúde da cidade. De acordo com Carmen, o atendimento continuará, porém com 30% da capacidade.

O funcionamento em todas as unidades vai permanecer com 30%, o que é exigido pela lei. Quero lembrar que não foi por falta de tentativa de entendimento que a greve será deflagrada. Reunimos por várias vezes com o governo e demos diversos prazos, mas nada foi cumprido – afirma a coordenadora.

A greve deverá afetar todos os campi da Universidade, além do Hospital Universitário Clemente de Faria
A greve deverá afetar todos os campi da Universidade, além do Hospital Universitário Clemente de Faria

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Conforme a Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Universidade Estadual de Montes Claros os compromissos firmados em reunião de ajuste sindical realizada entre a gestão da Unimontes, Sind-Saúde e a Secretaria de Estado Planejamento e Gestão (SEPLAG) estão mantidos, entre eles, a incorporação de gratificação ao salário-base.

A incorporação não será imediata, pois deve ser considerada a situação orçamentária do Estado, que já ultrapassou o limite de despesa da folha de pagamento definidos na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em relação às condições de trabalho, a DDRH ressalta que soluções estão sendo buscadas para melhorias e todas as sugestões são analisadas e discutidas em reuniões mensais entre a Gestão da Universidade e os representantes sindicais.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Nova música de Sia traz letra que empodera mulheres

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.Nova música de …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).