Inicio » Minas Gerais » MG – Sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineiras em 2017

MG – Sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineiras em 2017


Reviewed by:
Rating:
5
On 30 de abril de 2016
Last modified:30 de abril de 2016

Summary:

MG - Sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineiras em 2017

O sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineira em 26 de julho de 2017.

MG - Sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineiras em 2017
MG – Sinal analógico de TV será desligado em 39 cidades mineiras em 2017

Natura

///////////////////////////

O anúncio feito  pelo Ministério das Comunicações, que comunicou que no total 349 municípios, em oito estados, serão atendidos exclusivamente pela TV digital até o ano que vem. A meta do governo é a encerrar as transmissões analógicas em todo o Brasil até o fim de 2018.

Em Minas, a mudança atingirá Araçaí, Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

O Boticário

///////////////////////////

No Brasil, além de Minas, o desligamento da TV analógica está programada para Goiás, Bahia, Ceará, Pernambuco, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Conforme o governo, as famílias beneficiárias do programa Bolsa Família recebem gratuitamente conversores de sinal para que os televisores antigos não fiquem sem receber a programação.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).