Inicio » Nacional » Pesquisa aponta que Whatsapp é mais que apenas um aplicativo para o brasileiro

Pesquisa aponta que Whatsapp é mais que apenas um aplicativo para o brasileiro

Foram 18 temas pesquisados pelo índice popsynergy, da nova/sb; que contou com a opinião de quase 7.500 pessoas espalhadas por todo o país. Mais que um aplicativo, tornou-se um serviço essencial para facilitar a vida nas cidades.

Pesquisa da agência nova/sb indica que o whatsapp lidera o ranking de assuntos mais populares entre os brasileiros; sendo a primeira opção de uso de aplicativo para comunicação. Dos quase 7.500 entrevistados, 73% admite que o utiliza o dia todo. O motivo é a rapidez na comunicação (33%), a economia na conta do celular (19%) e facilidade de falar com várias pessoas ao mesmo tempo (17%). Além de serem u

Whatsapp é aplicativo fundamental na vida do brasileiro. Foto: Creative Commons.
Whatsapp é aplicativo fundamental na vida do brasileiro. Foto: Creative Commons.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

“Os brasileiros já mostraram ao mundo que são apaixonados por se comunicar e compartilhar experiências, vide a nossa liderança em várias redes sociais. E o whatsapp não é mais apenas um aplicativo; tornou-se quase um serviço essencial para facilitar a vida nas cidades. Portanto, a decisão de bloquear o whatsapp só poderia dar nisso, mais gente falando sobre o aplicativo. Hoje ele faz parte da vida do brasileiro, popularizou-se e integrou as relações sociais também no trabalho. Além disso, o consumidor do país está mais atento às possibilidades de economia, sobretudo em momento de crise. Ou seja, ninguém quer abrir mão do direito conquistado de falar com mais gente de forma quase gratuita”, destaca Bob Vieira da Costa, sócio fundador da agência nova/sb e autor do livro ‘Comunicação de interesse público – ideias que movem pessoas e fazem um mundo melhor’.

Para essa pesquisa, o índice Popsynergy da nova/sb teve fases qualitativas, com grupos focais, e depois quantitativas em entrevistas online com pessoas acima de 18 anos, moradoras das cinco regiões do país, ao longo do ano de 2015.

Estratégias de consumo presente no ranking – Depois do whatsapp, em segundo lugar entre os temas mais populares medidos pelo índice popsynergy estão os aplicativos de taxi e depois o Waze (3o.). Em um ano de crise econômica, o brasileiro também se interessou por assuntos que estão diretamente relacionados a estratégias de consumo: compras de mês (4o.), pontos/milhas (5o), comércio por dispositivos móveis (6o.), comparadores de preços (8o.) e crédito em banco (14o.).

“Em parceria com uma equipe de acadêmicos internacionais e o instituto Ilumeo, criamos uma metodologia de direcionamento de marketing. Estes achados através de estatísticas conferem um caráter científico, e não mais empírico ou intuitivo, para a tomada de decisões. Agora os números demonstram para a gente como pensam os brasileiros e quais são as tendências”, explica Sérgio Silva, diretor de Planejamento da nova/sb e professor de graduação e pós-graduação na FAAP e ESPM, em São Paulo.

Metodologia – Na primeira etapa, entrevistas com 60 grupos focais definiram 18 temas mais populares entre os brasileiros em 2015, segundo critérios de informação, importância e impacto. Em seguida, foram feitas entrevistas com quase 7.500 pessoas, acima de 18 anos, distribuídas no Sudeste (45%), Nordeste (20%), Norte e Centro-Oeste (20%) e Sul (15%).

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Índice popsynergy – Criado pela agência nova/sb, mede popularidade de comportamentos, temas de opinião pública, causas, marcas, instituições, produtos e negócios. Foram dois anos de trabalho para desenvolver este índice, reunindo 22 especialistas de universidades do Brasil, Reino Unido, Portugal e Espanha.

Ranking completo:

1.       Whatsapp

2.       Aplicativo de táxi

3.       Waze

4.       Compras de Mês

5.       Pontos / milhas

6.       Comércio por dispositivos móveis

7.       Combate à Homofobia

8.       Comparadores de Preços

9.       Ciclofaixas

10.   Faixas Exclusivas

11.   Marcas Próprias

12.   Educação Formal

13.   Consumo de álcool por menores de idade

14.   Crédito em Banco

15.   Descriminalização da maconha

16.   Ampliação de rodízio de carro

17.   Pedágio urbano

18.   Economia de água

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).