Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Justiça decide manter preso o Prefeito de Montes Claros Ruy Muniz

Montes Claros – Justiça decide manter preso o Prefeito de Montes Claros Ruy Muniz

 

A Justiça Federal decidiu na tarde desta quarta-feira (04/05/2016), por quatro votos a um, manter preso o prefeito de Montes Claros Ruy Muniz. O pedido de reconsideração foi votado pela 2ª Seção do TRF1, em Brasília/DF.

Montes Claros - Justiça decide manter preso o Prefeito de Montes Claros Ruy Muniz
Montes Claros – Justiça decide manter preso o Prefeito de Montes Claros Ruy Muniz

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O TRF1 deste modo confirma a prisão do prefeito de Montes Claros Ruy Muniz, e também da secretária de saúde, Ana Paula Nascimento.

Entenda o caso:

A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal, deflagrou na manhã do dia, 18/04/2016 , a Operação “Máscara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde”, com objetivo de prender o atual prefeito de Montes Claros e a atual secretária de saúde. O Prefeito de Montes Claros foi preso em Brasília (DF), já a secretária de saúde da cidade, Ana Paula de Oliveira foi presa em Montes Claros.

As investigações querem demonstraram que os acusados, direta e indiretamente, valendo-se de meios fraudulentos, intentaram destruir e/ou inviabilizar a existência e o funcionamento dos hospitais público (Hospital Universitário Clemente Faria) e filantrópicos (Santa Casa de Misericórdia, Fundação Aroldo Tourinho e Fundação Dilson Godinho) de Montes Claros, que atendem pelo SUS uma população de aproximadamente 1.600.000 pessoas, distribuídas nos 86 municípios situados no Norte de Minas Gerais.

Segundo o Ministério Público Federal, “À guisa de exemplo, em outubro de 2015, os presos promoveram a retirada de cerca de 26 mil consultas especializadas e 11 mil exames dos hospitais, deixando de prestar os correspondentes serviços pela rede municipal, causando graves prejuízos à população de quem os serviços foram suprimidos.”

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Ainda segundo o MPF, “Com isso, os acusados pretendiam favorecer ao hospital privado (não filantrópico) Hospital das Clínicas Mario Ribeiro da Silveira (ou Âmbar Saúde), pertencente e gerido, de fato, pelo prefeito municipal, seus familiares e respectivo grupo econômico. De julho de 2015 até o presente momento, o prefeito de Montes Claros, utilizando-se indevidamente de verbas públicas para dar vazão ao seu projeto criminoso, valendo-se do cargo público ocupado, tem divulgado nos principais veículos de comunicação uma ampla e intensa campanha difamatória contra os hospitais público e filantrópico “concorrentes”, inclusive lançando mão de dados e informações falsas.”

Os presos, estão respondendo, pelos crimes de falsidade ideológica majorada, dispensa indevida de licitação pública, estelionato majorado, prevaricação e peculato .

A secretária municipal de saúde, Ana Paula Nascimento, se encontra presa o Presídio Alvorada em Montes Claros

Já o Prefeito de Montes Claros Ruy Muniz  está preso no Presídio Regional de Montes Claros, em uma cela com outros presos que também possuem curso superior, segundo a Secretaria de Estado e Defesa Social (Seds).

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

MG – Homem briga e morre na frente da namora em baile funk

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.MG – Homem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



Um comentário

  1. Se o prefeito Ruy Muniz está preso por todos estes crimes citados pelo MPF, por que a mesma justiça permite que ele despacha do presídio? Há dois pesos e duas medidas. Não?