Inicio » Economia » Dólar cai com afastamento de Cunha

Dólar cai com afastamento de Cunha

O dólar à vista abriu a quinta-feira (5) em queda e renovou mínimas em seguida reagindo ao afastamento por liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Segundo João Corrêa, superintendente regional na SLW corretora, a decisão é um bom sinal para um eventual governo Michel Temer. 
Dólar cai com afastamento de Cunha
Dólar cai com afastamento de Cunha

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A ausência de leilão de swap reverso e o ambiente externo mais calmo em meio à forte alta do petróleo também contribuem para o viés de baixa.

Às 9h38 o dólar à vista no balcão tinha queda de 0,84%, a R$ 3,5148 e o dólar para junho recuava 0,90%, a R$ 3,5425.
No exterior, o petróleo está no foco e subia mais de 4% por volta das 9h40, diante da escalada da violência na Líbia.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Conflitos políticos entre o leste e o oeste podem destruir o governo de união criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e dividir o país em dois, afetando ainda mais a produção local de petróleo, diz a consultoria.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).