Inicio » Mais Seções » Livros e Literatura » Livro apresenta futuro apocalíptico sem água, energia e tecnologia‏

Livro apresenta futuro apocalíptico sem água, energia e tecnologia‏

 

Como seria viver sem tudo o que conhecemos?

Projeto Grimório, primeiro livro do autor gaúcho Mário Resmin, mostra como seria viver em um planeta pós-apocalíptico, onde não existem os recursos que se conhece hoje.

Livro apresenta futuro apocalíptico sem água, energia e tecnologia‏
Livro apresenta futuro apocalíptico sem água, energia e tecnologia

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Em Projeto Grimório – Filhos da Luz, do autor Mário Resmin, publicado pela editora Pandorga, o planeta Terra já não é mais o mesmo. Ele foi castigado durante séculos por humanos inconsequentes que poluíram a água, o ar e desmataram a natureza sem se importar com o próximo. A vaidade de líderes da humanidade causou a Terceira Guerra Mundial, acontecimento catastrófico, com o qual a vida na Terra foi praticamente dizimada.

Os poucos humanos que sobreviveram voltaram a viver em uma época pré-revolução industrial e precisaram migrar para o campo, formando pequenas aldeias, baseadas na ajuda mútua e, assim, facilitavam as vidas deles e a dos próximos. Todos tinham uma função e trabalhavam sem reclamar, pois sabiam que era para o bem do grupo.

Certa noite, quatro bebês abandonados foram encontrados em uma casa no meio da floresta. Eles receberam os nome de Wolf, Dragon, Joseph e Poli. Após anos, essas crianças mostram que eram especiais e, com isso, ajudavam no funcionamento da aldeia. Isso até conhecerem Alben, um homem experiente que viu o mundo antes do Apocalipse. Então, ele, que percebeu o poder nos meninos, lhes apresentou um livro mágico chamado Grimório, que deu a eles acesso às especialidades ocultas deles e à magia.

O leitor acompanha o empenho dos quatros meninos até alcançarem os respectivos Grimórios, passando por muitos treinamentos e, consequentemente, por muitas lutas com criaturas de outras dimensões. Isso até chegarem ao grande e verdadeiro obstáculo que devem enfrentar.

Projeto Grimório mostra como é viver sem energia elétrica, sem comida pronta, sem água encanada, entre outras necessidades que se tem hoje em dia. O autor retrata ao leitor a visão de que o futuro sempre vai depender das crianças e de que, para um futuro melhor, não se precisa de luxo, mas sim de uma base familiar.

Sobre a autora:
Mário Resmin nasceu em fevereiro de 1985 no Rio Grande do Sul, na cidade de Portão, mas, atualmente, trabalha como comerciante na cidade de São Sebastião do Caí. Começou a escrever como forma de fugir, um pouco, da realidade, publicando alguns contos em antologias de contos de terror e de literatura fantástica.

Projeto Grimório, primeiro livro publicado pelo Mario, nasceu de uma ideia do autor, que, além de criar histórias, usar lendas e histórias brasileiras, encaixando-as em um mundo pós-apocalíptico, também mostra a visão do autor e que o futuro vai depender das crianças e que, para um futuro, melhor, não se precisa de luxo, e sim de uma base familiar.

Ficha técnica:
Projeto Grimório
Formato: 16×23 cm
Páginas: 360
ISBN: 978-85-8442-113-8
Preço: R$ 29,90

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).