Inicio » Mais Seções » Ciência » Selecionado para publicação internacional, estudo da Unimontes analisa bactéria multirresistente em casos de infecções

Selecionado para publicação internacional, estudo da Unimontes analisa bactéria multirresistente em casos de infecções

Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde (IRAS) são objeto de uma pesquisa desenvolvida no âmbito do programa de mestrado em Biotecnologia, da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Selecionado para publicação internacional, estudo da Unimontes analisa bactéria multirresistente em casos de infecções
Selecionado para publicação internacional, estudo da Unimontes analisa bactéria multirresistente em casos de infecções

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Com foco no “Acinetobacter baumannii”, micro-organismo de baixa virulência, mas com grande tendência a multirresistência às drogas que acomete pacientes hospitalizados que se encontram imunocomprometidos e/ou multi-invadidos por dispositivos e procedimentos terapêuticos, o estudo é de autoria da professora Adriana Amaral Carvalho.

A partir da pesquisa foi elaborado um artigo científico, selecionado para publicação no periódico internacional “Genetics and Molecular Research” – GMR –  organizado pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (Funpec-RP). O título do trabalho é “Caracterização e Epidemiologia Molecular de Isolados Nosocomiais de Acinetobacter spp. Extensivamente Resistente a Drogas”.

“A dissertação evidencia uma situação de extrema gravidade em nível global: a questão das IRAS por Acinetobacter baumannii multirresistente; e sinaliza a necessidade de medidas de intervenção urgentes e efetivas nos níveis local, regional, nacional e global para enfrentamento do problema”, avalia a autora.

Médica graduada pela UFMG, docente do Departamento de Saúde da Mulher e da Criança da Unimontes, a pesquisadora considera a questão abordada como “de grande relevância social”. Além disso, destaca que o estudo e a titulação que acaba de obter no mestrado em Biotecnologia representam uma grande conquista pessoal: “o mestrado me permitiu a ampliação do conhecimento sobre o tema, especialmente nas áreas de Microbiologia, Biologia Molecular e Infectologia, além de experimentar técnicas e práticas laboratoriais não habituais na minha rotina profissional”, enfatiza.

Adriana foi orientada pela professora doutora Alessandra Rejane Ericsson de Oliveira, que enaltece a relevância do trabalho de pesquisa. “Esta dissertação foi de grande importância para conhecimento do perfil de resistência a drogas do A. baumannii e a epidemiologia molecular no Hospital onde o trabalho foi realizado. Os resultados obtidos poderão servir de linha de base para a tomada de decisão a respeito de IRAS no local”.

SOBRE O MESTRADO

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia/Unimontes foi implantado em 2011, com o objetivo de qualificar profissionais no desenvolvimento de atividades técnicas e científicas para a geração de produtos e processos inovadores. Outros objetivos são a criação de empresas de base tecnológica e a capacitação de docentes de nível superior.

O caráter multidisciplinar é um dos diferenciais do curso, com a participação de graduados nas áreas de Biologia, Farmácia, Biomedicina, Medicina, Enfermagem, Medicina Veterinária, Engenharia de Alimentos, Ciências da Computação, Agronomia, Engenharia Ambiental, Engenharia Química, Engenharia Elétrica, Direito e Administração.

A orientadora destaca que o mestrado em Biotecnologia apresenta resultados expressivos na formação de recursos humanos para a Universidade. “Não somente professores têm buscado a continuidade dos estudos ao ingressar no Mestrado, mas também técnico-administrativos, que vislumbram na Biotecnologia um promissor mercado de trabalho”, observa Alessandra.

Por sua vez, o pró-reitor de Pós-Graduação da Unimontes, professor Hercílio Martelli Júnior destaca a importância da formação de docentes e técnicos com título superior por programas próprios ou externos à Universidade. “Este é um fator que alavanca o pensar científico alargando as fronteiras do conhecimento e de sua produção”, considera o pró-reitor.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A opinião é compartilhada pela coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Unimontes, professora Vanessa Andrade Royo. “O programa cumpre o objetivo de formação de recursos humanos não somente para a Unimontes, mas também para outras instituições de ensino superior e diferentes setores como o industrial”, conclui o professor Hercílio.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).