Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2016 – Kleber Gladiador define vitória do Coritiba sobre o Cruzeiro

Brasileirão 2016 – Kleber Gladiador define vitória do Coritiba sobre o Cruzeiro

O atacante Kleber Gladiador foi o autor do tento da vitória do Coxa sobre o Cruzeiro.

Brasileirão 2016 - Klever Gladiador define vitória do Coritiba sobre o Cruzeiro
Brasileirão 2016 – Kleber Gladiador define vitória do Coritiba sobre o Cruzeiro

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Em duelo disputado na noite deste sábado e com participações marcantes de ex-jogadores do Palmeiras, o Coritiba contou com a dupla Vinícius e Kleber Gladiador para aproveitar a expulsão do lateral direito Lucas, emprestado pelo time paulista ao Cruzeiro, para fazer 1 a 0 sobre os mineiros e estrear com vitória no Campeonato Brasileiro, no estádio Couto Pereira.

O triunfo acabou sendo um presente inesperado aos paranaenses, que pouco fizeram no 11 contra 11 para vencer o goleiro Fábio. Porém, assim que o defensor rival levou dois amarelos em dois minutos, o domínio dos alviverdes foi total. Para ajudar ainda mais, o garoto argentino Romero pisou de forma maldosa em González e somou-se a Lucas no número de expulsos da Raposa.

Com o resultado, o Coxa consegue dar uma resposta aos seus torcedores depois das más atuações na final do Paranaense, quando foi superado com facilidade pelo Atlético-PR. Os celestes, por sua vez, deixaram uma má impressão ao novo técnico, o português Paulo Bento, que assume o comando da equipe nesta segunda-feira.

Na próxima rodada, os paranaenses visitam o Santos no domingo, dia 22, às 11h (de Brasília), na Vila Belmiro. Um dia antes, às 21h (de Brasília) do sábado, os cruzeirenses tentam a recuperação contra o Figueirense, no Mineirão.

Jogo morno na estreia

O primeiro tempo começou com muita correria e movimentação dos dois times, dando falsos indícios de que seria uma boa partida na capital paranaense. Apesar de boas chances de Kleber e Élber, ambas mal aproveitadas devido a finalizações ruins dos dois lados, a etapa inicial foi mais brigada do que jogada.

Com três volantes para cada lado, o duelo no meio-campo foi praticamente uma troca de desarmes. Quando algum atleta conseguia roubar a bola, logo acabava entregando ao adversário, fosse em um drible ou em um passe errado, e assim sucessivamente. Tantos erros não poderiam resultar em outra coisa que não um placar zerado nos 45 minutos iniciais.

O marcador quase foi modificado no primeiro lance do segundo tempo. Após falta cobrada na área cruzeirense, César González cabeceou a bola no canto esquerdo de Fábio, que esticou-se todo para fazer uma grande defesa. No contra-ataque, Douglas Coutinho ajeitou para Élber, mas o atacante novamente chutou para fora.

Infantilidades mudam o jogo

Quando o 0 a 0 parecia ser o caminho natural para a partida do Couto Pereira, os cruzeirenses Lucas e Romero deram ao Coxa toda a chance de vencer. O lateral direito foi o primeiro, levou um amarelo ao levantar o pé de mais e atingir a cabeça de Vinícius, no campo de ataque. Dois minutos depois, fez nova falta dura no atacante, dessa vez na defesa, e acabou expulso.

Logo na sequência, os anfitriões conseguiram abrir o placar. Vinícius, atleta revelado pelo Palmeiras e melhor jogador da partida, driblou Romero com muita facilidade e foi à linha de fundo. Com categoria, o avante levantou a cabeça e achou Kleber, outro ex-palmeirense, livre dentro da área. De chapa, usando o pé direito, o Gladiador mandou rente à trave direita, sem chances de defesa para Fábio.

Com um cenário já difícil, a Raposa se viu em dificuldades ainda maiores quando Romero consumou sua péssima jornada. Ao dividir espaço com González, ele ficou bravo ao ser atingido no pescoço pelo braço do rival e pisou nas suas costas, com o curitibano deitado de bruços no gramado. Cartão vermelho de forma direta para o volante argentino.

Tranquilo com o número de jogadores a mais em relação ao rival, o Coxa só não conseguiu ampliar a vantagem devido a certa dificuldade de seus atletas na finalização e à grande apresentação do goleiro Fábio, que fez duas grandes defesas em finalizações do volante Alan Santos, uma de cabeça e outra em cobrança de falta, já nos minutos finais.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Major Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 14 de maio de 2016, sábado

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (Asp.Fifa-RS)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva – GO (Fifa-GO) e Rafael da Silva Alves (Asp. Fifa-RS)

Público: 6.028 pagantes

Renda: R$ 143.630,00

Cartões amarelos: Lucas, Léo e Henrique (Cruzeiro); Kléber (Coritiba)

Cartões vermelhos: Lucas e Romero (Cruzeiro)

Gol:

CORITIBA: Kleber, aos 25 minutos do segundo tempo

CORITIBA: William; Dodô, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Ruy (Leandro), César González (Thiago Lopes) e Vinícius (Ortega); Kléber

Técnico: Gilson Kleina

CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Lucas Romero, Pisano (Ariel Cabral), Elber (Bruno Edgar) e Allano (Douglas Coutinho); Willian

Técnico (interino): Geraldo Delamore

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Norte de Minas – Sistema Sedinor/Idene, Codevasf e a Epamig promovem seminário para discutir o futuro da macaúba na região Norte de Minas

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).