Inicio » Mais Seções » Ciência » Uso de Paracetamol pode comprometer capacidade de empatia pela dor dos outros

Uso de Paracetamol pode comprometer capacidade de empatia pela dor dos outros


Reviewed by:
Rating:
5
On 17 de maio de 2016
Last modified:17 de maio de 2016

Summary:

Uso de Paracetamol pode comprometer capacidade de empatia pela dor dos outros

Cientistas da Universidade Estadual de Ohio, nos EUA, concluíram que o paracetamol, um dos medicamentos mais populares (de acordo com a Associação de Cuidados com a Saúde do Consumidor dos Estados Unidos, o paracetamol é um ingrediente presente em mais de 600 medicamentos.) pode comprometer a nossa capacidade de sentir empatia pela dor de outras pessoas. 

Sem a empatia, o quanto menos a pessoa sentir dor, menos identificará a dor do outro.

De forma geral, os voluntários que tomaram o medicamento consideraram a dor dos personagens menos intensa do que aqueles que não haviam ingerido a substância.
De forma geral, os voluntários que tomaram o medicamento consideraram a dor dos personagens menos intensa do que aqueles que não haviam ingerido a substância.

 

Eles fizeram testes com mais de 200 estudantes que, primeiramente, beberam um líquido incolor. Metade deles ingeriu um copo com 1.000 mg de paracetamol, a outra metade tomou um placebo. Em seguida, todos os participantes tiveram que avaliar o nível de dor sofrido por personagens ficcionais.

De forma geral, os voluntários que tomaram o medicamento consideraram a dor dos personagens menos intensa do que aqueles que não haviam ingerido a substância.

Natura

///////////////////////////

Segundo os responsáveis pela pesquisa, a descoberta preocupa pois a aptidão de reconhecer o sofrimento do outro é fundamental em diversos momentos de nossa vida, tanto pessoal, quanto profissional.

A apreensão aumenta por conta da popularidade da substância e a frequência com que seus consumidores a tomam. A hipótese mais plausível é que ela afete uma região do cérebro chamada ínsula anterior, fundamental para a resposta empática.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).